Martírio na Bíblia

A palavra grega “martys” e seus termos afins “martyria, martyrion”, em geral são traduzidos em nossas Bíblias por testemunho.
De fato, era este o sentido que a palavra tinha no tempo em que a Bíblia foi escrita.
No entanto, desde o início do cristianismo percebemos que três elementos estão quase sempre unidos: testemunho, profecia e doação da própria vida.
Ainda que no AT o povo tenha sofrido muitas vezes por sua fidelidade à Aliança e ao Projeto de Deus, e que tantas pessoas tenham passado por inúmeros sofrimentos, o termo praticamente não existe no hebraico.
Sabemos, através de uma tradição judaica, que o Profeta Isaías foi morto devido à sua coragem profética, cujo corpo foi serrado ao meio, por ordem do iníquo rei Manassés.
No tempo da dominação grega sobre Israel, temos um exemplo de grande fé de Eleazar (2Mac 6,18-31), com idade avançada, que preferiu morrer a renegar a fé dos antepassados, deixando aos jovens o nobre testemunho de “como se deve morrer, entusiasta e generosamente, pelas veneráveis e santas leis” (2Mac 6,28).
Logo em seguida (2Mac 7) temos o belo exemplo da mãe e seus sete filhos que preferiram dar a vida a sujeitar-se aos dominadores estrangeiros!
O NT se abre com o anúncio profético. João Batista anuncia a vinda do Messias, prepara os caminhos e denuncia os opressores. Tudo isso vai lhe custar a vida (Mc 6,17-29).
João Batista foi o primeiro mártir do NT.
Os Atos dos Apóstolos narram também o primeiro martírio entre os seguidores de Jesus. Estêvão morreu sendo fiel à sua fé e aos ensinamentos do Mestre (At 7,55-60).
Seguiu-se uma grande lista, onde se inscreveram os nomes dos principais líderes que seguiram as pegadas de Jesus. O rei Herodes mandou matar à espada o Apóstolo Tiago (At 12,2). Pedro e Paulo, as duas colunas da Igreja, também sofreram o martírio, por ordem do imperador Nero.As comunidades cristãs foram perseguidas duramnte pelo império romano. Primeiro por Nero, mais tarde por Domiciano e outros imperadores que vieram em seguida. Muitos dos primeiros cristãos foram crucificados, queimados vivos, jogados às feras, torturados, presos e perseguidos de tantas formas…
A Igreja que nasceu, germinou marcada pelo derramamento do sangue inocente, daqueles que não tiveram medo de dar a vida pela causa da sua fé e do testemunho de Jesus Cristo.
O livro do Apocalipse relata a entrada triunfal, junto ao altar e ao trono de Deus, da multidão que tinha sido imolada por causa da Palavra deDeus e do testemunho que dela tinham prestado (cf. Ap 6,9). Porém, este número ainda não estava completo, significando que no decorrer da história seguinte mais pessoas dariam o testemunho. A multidão dos mártires recebeu a veste branca (Ap 3,4-5; 6,11), pois foram considerados dignos e testemunhas fiéis durante a sua ida. Serão vestidas agora com dignidade.Os impérios opressores que existiram na história continuaram deixando seus mártires. Seus projetos elitistas e imperialistas fizeram com que seus chefes continuassem a embriagar-se com o sangue dos mártires (cf. Ap 17,6).
Marcado com: , , ,
Publicado em Bíblia, Martírio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Magnificat anima mea Dominum
Inquisição on Line
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 1
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 2
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 3
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 4
Catecismo de Adultos – Aula 01 – A Revelação Divina – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 02 – O Modernismo, o problema atual na Igreja – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 03 – Deus Uno e Trino – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 04 – A Criação em geral e os anjos – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 05 – Os anjos e o homem – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 06 – A Teoria da Evolução contra a Ciência e a Filosofia – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 07 – Cristo Nosso Senhor e Maria Santíssima – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 08 – Aula 08 – O modo de vida de Jesus Cristo – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 09 – As perfeições de Cristo e a Paixão – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 10 – A Cruz, os infernos e a Ressurreição de Cristo – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 11 – A Ascensão, os juízos particular e final, e o Espírito Santo – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 12 – Como saber qual a verdadeira Igreja de Cristo? – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 13 – A Igreja Católica e a Salvação – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 14 – A Infalibilidade da Igreja e a união da Igreja e do Estado – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 15 – Da comunhão dos santos à vida eterna – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 16 – Os princípios da oração – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 17 – Como rezar bem? – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 18 – Os tipos de oração – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 19 – O Pai Nosso – Padre Daniel Pinheiro

 

Catecismo de Adultos – Aula 20 – A Ave Maria e o Santo Terço – Padre Daniel Pinheiro

 

Catecismo de Adultos – Aula 21 – A Meditação Católica – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 22 – Introdução à moral católica: uma moral das virtudes – Padre Daniel Pinheiro
Lutero e o Protestantismo: A História da Reforma – Profa. Dra. Laura Palma
Lutero e o Protestantismo: Vida de Lutero – Prof. André Melo
Lutero e o Protestantismo: Sola Scriptura – Profa. Dra. Ivone Fedeli
Lutero e o Protestantismo: Sola Fide – Prof. Marcelo Andrade
Lutero e o Protestantismo: Sola Gratia – Pe. Edivaldo Oliveira
Mídia Católica
Atualizações
Translator
Italy
Calendário
maio 2011
D S T Q Q S S
    jun »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
Visitantes
  • 4.328.348 acessos desde 01/05/2011
religião e espiritualidade
religião e espiritualidade
Categorias
Links
%d blogueiros gostam disto: