QUEM SÃO OS 144.000 ELEITOS DE APOCALIPSE 7,4-8?

Essa pergunta tem um significado especial para muitas pessoas devido aos falsos ensinamentos das Testemunhas de Jeová, que dizem ser os membros de seu grupo os 144.000 eleitos especiais de Deus. A pergunta supõe também que há no céu passeios, marchas e desfiles especiais. Não se deve esquecer de que o autor do Apocalipse está empregando linguagem simbólica e que os 144.000 eleitos que seguem o Cordeiro
são como Adão no paraíso, que “passeava com Deus” (Gn 3,8) r?]: eles passeiam com Deus/Cristo, vestidos, sem medo nem ansiedade, em paz e felicidade eternas (d. Ap 7,15-17).
O número 144.000 é o total de 12 x 12 x 1.000. O número 12 era considerado especial por ser o número dos meses do ano e dos signos do Zodíaco; era o número das tribos do antigo e do nova Israel; o número 144 era o quadrado perfeito, um número técnico apropriado para representar o povo de Deus. O número 1.000 era
o mais alto da numeração dos judeus. Os gregos tinham a “miríade”, que equivalia a 10.000 e significava algo imenso ou inumerável. O “milhão” não era mencionado no Apocalipse porque foi inventado ou nomeado pela primeira vez na Itália na Idade Média, há apenas uns 500 anos.
O número 144.000 é para o autor do Apocalipse o número perfeito e completo da imensa multidão que segue Cristo. Assim como Israel fez um censo no deserto depois de sua libertação do Egito, faz-se um censo do exército do Cordeiro ao começar o novo Êxodo. Posto que é um número simbólico, não se deve tomá-Io aritmeticamente, já que significa uma quantidade incontável ou imponente; por isso, de cada uma das tribos há o mesmo número de pessoas, porque, além disso, para Deus não há distinção entre as pessoas.
Os comentadores do Apocalipse têm opiniões bastante diversas sobre a identidade desses 144.000 eleitos, são:
1. “Virgens” no sentido bíblico da palavra: os que não “fomicaram”
adorando os ídolos ou caindo na idolatria.
2. Os judeus das doze tribos de Israel que se converteram ao cristianismo.
3. Os mártires, que se uniram ao sacrifício do Cordeiro e triunfaram
com ele.
4. Cristãos heróicos especiais, que seguem Cristo incondicional
mente.
5. Sacerdotes, porque têm um nome especial que denota pertinência
ou consagração a Deus.
6. Cristãos ascetas que mantiveram a virgindade espiritual e corpo
ral.
7. Os vencedores das cartas às sete igrejas do Apocalipse.
8. Os cristãos do Império Romano firmes em sua fé; são os primei
ros resgatados.
9. Todos os cristãos que lutaram e venceram, não um grupo ou “classe” especial de santos.
Pode-se muito bem afirmar que todos esses tipos de pessoa são de algum modo parte dos 144.000, já que esse número inclui todo o povo de Deus de todos os tempos.
Na enumeração das doze tribos de Israel que João faz em relação com os 144.000, Judá vai na frente por ser a tribo messiânica. A tribo de Dan é omitida, sendo nomeada em seu lugar a de Manassés.
Não sabemos a razão exata dessa omissão; contudo, partindo de Santo Irineu, muitos acreditam que se deve à tradição segundo a qual o Anticristo sairia da tribo de Dan, a tribo de Israel que primeiro caiu na idolatria e que recebe descrições pouco lisonjeiras no Antigo Testamento (d. Jz 18,30; 1Rs 12,29; Jr 8,16; Dt 33,22; Gn 49,17). O símbolo da tribo de Dan era a serpente; por isso, ela logo foi associada com o demônio e com o Anticristo. Se os 144.000 são os que se mantêm fiéis a Deus, não há lugar para incluir em seu número a primeira tribo idólatra.
Marcado com:
Publicado em Bíblia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Magnificat anima mea Dominum
Inquisição on Line
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 1
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 2
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 3
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 4
Catecismo de Adultos – Aula 01 – A Revelação Divina – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 02 – O Modernismo, o problema atual na Igreja – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 03 – Deus Uno e Trino – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 04 – A Criação em geral e os anjos – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 05 – Os anjos e o homem – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 06 – A Teoria da Evolução contra a Ciência e a Filosofia – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 07 – Cristo Nosso Senhor e Maria Santíssima – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 08 – Aula 08 – O modo de vida de Jesus Cristo – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 09 – As perfeições de Cristo e a Paixão – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 10 – A Cruz, os infernos e a Ressurreição de Cristo – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 11 – A Ascensão, os juízos particular e final, e o Espírito Santo – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 12 – Como saber qual a verdadeira Igreja de Cristo? – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 13 – A Igreja Católica e a Salvação – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 14 – A Infalibilidade da Igreja e a união da Igreja e do Estado – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 15 – Da comunhão dos santos à vida eterna – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 16 – Os princípios da oração – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 17 – Como rezar bem? – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 18 – Os tipos de oração – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 19 – O Pai Nosso – Padre Daniel Pinheiro

 

Catecismo de Adultos – Aula 20 – A Ave Maria e o Santo Terço – Padre Daniel Pinheiro

 

Catecismo de Adultos – Aula 21 – A Meditação Católica – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 22 – Introdução à moral católica: uma moral das virtudes – Padre Daniel Pinheiro
Lutero e o Protestantismo: A História da Reforma – Profa. Dra. Laura Palma
Lutero e o Protestantismo: Vida de Lutero – Prof. André Melo
Lutero e o Protestantismo: Sola Scriptura – Profa. Dra. Ivone Fedeli
Lutero e o Protestantismo: Sola Fide – Prof. Marcelo Andrade
Lutero e o Protestantismo: Sola Gratia – Pe. Edivaldo Oliveira
Mídia Católica
Atualizações
Translator
Italy
Calendário
novembro 2011
D S T Q Q S S
« out   dez »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  
Visitantes
  • 4.328.396 acessos desde 01/05/2011
religião e espiritualidade
religião e espiritualidade
Categorias
Links
%d blogueiros gostam disto: