23 Razões para não ser pentecostal, muito menos carismático

1- nessas doutrinas, o Espírito Santo tem sido exaltado, sendo que, o que lemos na Bíblia é que Ele não fala de Si próprio, mas sim de Cristo e glorifica somente Cristo Jesus como Senhor e Salvador (Jo 16:13-14);

2- os pentecostais e carismáticos não obedecem ao ensinamento bíblico quanto ao “dom de línguas”. Temos, a este respeito, quatro normas: a) Línguas eram sinais para os judeus incrédulos (Is 28:11; 1Co 1:22; 14:21-22); b) Somente duas ou, no máximo, três pessoas podiam falar numa reunião (1Co 14:27); c) Somente era permitido falar se houvesse intérprete presente (1Co 14:27-28); d) O dom de línguas foi temporário (1Co 13:8-10);

3- não falo em “línguas estranhas”, pois a Bíblia se refere a línguas que eram “desconhecidas” pelo falante e não a línguas ininteligíveis. O apóstolo Paulo preferia falar 5 (cinco) palavras do seu próprio idioma e entendimento do que 10.000 (dez mil) palavras em línguas desconhecidas (1Co 14:19-20). Toda vez, no N.T., que alguém falou em línguas, falou em línguas dos estrangeiros presentes no local, mesmo sem tê-las estudado ou aprendido, e os estrangeiros os entenderam perfeitamente. Lemos em Atos que, na ocasião do Pentecoste, havia pessoas de “… todas as nações que estão debaixo do céu” (At 2:5) e todos entenderam o que os discípulos falaram (At 2:8, 11);

4- já sou batizado, pois nasci de novo pela fé em Jesus Cristo, e o Espírito Santo já habita em mim, não havendo na Bíblia a menção a nenhum “segundo batismo” (Mc 16:16; 1Co 3:16; 6:19; Gl 3:27; Ef 4:5, etc). Temos somente 3 casos, na Bíblia, de pessoas que receberem o batismo com o Espírito Santo de uma forma especial: os judeus, em Jerusalém, por ocasião do Pentecoste (At 2); os samaritanos, que eram um povo misto entre judeu e gentio (At 8:17) e os gentios (At 10:44-46). Com estes fatos, Deus mostrou que podiam ser salvos todos, tanto judeus, como povo misto entre judeu e gentio (samaritanos), como também os demais gentios (que é o nosso caso, hoje, como igreja). Todos os que vierem a crer em Jesus Cristo, desde então, já são batizados no Espírito Santo (1 Co 12:13); a pessoa recebe o Espírito Santo quando se converte (Ef 1:13) e, se alguém ainda não tem o Espírito Santo, é porque não é salvo, pois não se converteu, não nasceu de novo (Rm 8:9);

5- não quero ser “batizado pelo fogo”, pois, no contexto de Lc 3:17 e Mt 3:12, a Palavra de Deus nos explica que o fogo representa castigo em fogo inextinguível. Alguns dos ouvintes dessas passagens seriam batizados com o Espírito Santo, e outros deles (os que não cressem) seriam imersos no fogo do castigo eterno, por terem amado mais as trevas que a luz (Jo 3:19). O que o cristão deve procurar, sim, é ficar cheio do Espírito Santo (Ef 3:19; 5:18);

6- não compro livros com “fogo” na capa, de jeito nenhum, pois o fogo de Deus é para o juízo e condenação, como já foi mostrado. Ai dos que clamam por fogo! (Mt 3:12; 13:40; 25:41; 2Ts 1:7-8; Hb 12:29, etc);

7- não tenho o “dom de curar”, pois o mesmo não existe mais (Fp 2:26-28; 1Tm 5:23; 2Tm 4:20). Entretanto, creio que Deus pode curar, sim, quem e quando Ele desejar, pois Ele é Soberano. Posso orar por um enfermo e creio que Deus poderá curá-lo “se for da Sua vontade” (Tg 5:14). Mas, “Euzinho da Silva” não tenho o “dom de curar” ninguém;

8- não grito na igreja, não danço, não requebro, não faço coreografias, etc. Muitos entendem a 1Cr 15:29 erroneamente, pois Davi não “dançou” diante da arca da aliança, mas deu saltos de alegria, conforme se entende do estudo do grego. Note que “râqad”, a palavra usada, não significa dança sensual, pois é a mesma palavra usada para os pulos dos bodes barbudos, em Is 13:21! E os pinotes dos bodes são muito diferentes dos requebros dos carismáticos. Note também que esta tem que ter sido a primeira vez que Davi fez o que fez, do contrário, Mical não teria se surpreendido e indignado tanto, não é? Foi também a única vez que alguém râqad (deu grandes saltos de alegria, o que é completamente diferente de dançar) em frente da Arca, chegando à sua cidade ou em qualquer outra ocasião de invulgar alegria no Senhor, senão a Bíblia narraria detalhe tão importante. E, mesmo assim, Davi não se encontrava em um culto a Deus, naquela ocasião, pois não estava no templo, mas na cidade. Se ele estivesse no templo, em um culto a Deus, e SE estivesse realmente dançando (da maneira que os carismáticos e pentecostais fazem hoje em seus cultos), mesmo assim, este não seria um exemplo a ser seguido por nós, pois somos igreja (gentios) e não judeus! No culto que prestamos a Deus, tem que haver respeito e reverência e não uma festa da carne, um Carnaval (1Co 10:32, Ef 5:19; Cl 3:16). A verdadeira adoração deverá ser feita “… em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem” (Jo 4:23) e, tenho lá minhas restrições à tal Música Cristã Contemporânea, onde há mais letras heréticas que tudo;

9- não entro em êxtase, não tenho “riso santo”, não tenho dentes de ouro, não sinto eletricidades pelo corpo, não sou místico, nada disso (e nem quero. Deus me livre!). O culto a Deus deve ser prestado de forma racional (Rm 12:1);

10- não caio na unção, pois a unção foi dada uma vez por todas à igreja, no dia do Pentecoste, e permanecerá até a vinda do Senhor (1Jo 2:20, 27) e não precisamos de “renovo” da unção;

11- não busco sinais, até porque, quem os busca, são os judeus e eu não sou judeu (Mt 12:38; 16:1; Jo 2:18, 23; 3:2; 4:48; 6:2, 30; 11:47; 12:37; 20:25; At 8:6). Eu creio em Jesus Cristo, pela fé, pela Palavra e não preciso de sinais para crer (Jo 20:29; 2Co 5:7). Os sinais e prodígios serviram para autenticar o ministério dos apóstolos e discípulos, confirmando a Palavra, mas suas missões já terminaram, com o fechamento do cânon (Mc 16:20; At 2:43; 5:12; 6:8; 14:3; Rm 15:19; 2Co 12:12; Hb 2:4) não havendo mais apóstolos depois de Paulo, que foi o último (1Co 15:9; Gl 1:15-16; Cl 1:24-25; 1Tm 2:7; 2Tm 1:11); [“Todos os milagres/sinais/prodígios/maravilhas realizados através de crentes, desde Atos até Apocalipse, foram dons concedidos como características exclusivas e identificatórias (ver 2Co 12:12) dos 13 apóstolos e dos 70 discípulos = 83 varões ex-israelitas escolhidos pelo Cristo manifestado em carne e osso, tendo eles sido testemunhas oculares de todos os dias dos mais de 3 anos de ministério de Cristo na terra, e da Sua ressurreição corporal. Por isso, na Bíblia somente encontramos esses 83 apóstolos e discípulos como homens através dos quais Deus concedeu o dom de operar milagres/ sinais/ prodígios/ maravilhas”]

12- não quero ser enganado por espíritos enganadores e falsas doutrinas. Eu pensava que os ímpios é que não suportariam a sã doutrina nos tempos finais. Mas, hoje, vejo que Mt 7:22-23, a 1Tm 4:1 e a 2Tm 4:3 estão mais direcionadas aos crentes “nominais” (e aqui estão incluídos os buscadores de “sinais e prodígios”), pois eles é que operam “sinais e maravilhas” e são eles que não estão suportando a sã doutrina, amontoando para si “doutores”, conforme as suas próprias concupiscências, dando ouvido a doutrinas de demônios;

13- não quero ser iludido por uma falsa compreensão de sinais e prodígios/milagres. Os relatos bíblicos nos mostram que os milagres sempre tiveram propósitos específicos: a) no A.T., era para provar que Deus é o Senhor (Êx 7:17; 8:22; etc); b) no N.T. era para provar que Jesus é o Filho de Deus (Jo 20:30-31); c) nestes últimos dias, a “terceira onda de sinais e milagres” está predita na Bíblia para pouco antes do arrebatamento e o início da Grande Tribulação. Portanto, trata-se da nossa época. Esta onda acontece sob o poder de Satanás, mediante falsos cristos e falsos profetas, a fim de preparar as religiões para a adoração do Anticristo (Mt 24:24; 2Ts 2:9-12; Ap 13:11-14). Todos os textos da Bíblia que falam sobre sinais e milagres (prodígios/maravilhas), para a nossa época, referem-se à atuação de espíritos enganadores que preparam o caminho para o Anticristo. Isso não significa que Deus não possa fazer milagres, isoladamente; porém, essa onda frenética de movimentos milagreiros, “cultos de milagres” pré-agendados, etc., não pode ser atribuída a Deus. Creio que quem está operando supostos “milagres”, hoje em dia, são falsos profetas (Mt 7:22; Mc 13:22-23) e espíritos enganadores e doutrinas de demônios (1Tm 4:1). E estas operações são por intermédio da mentira, da operação do erro (2Ts 2:9-12). Mateus 7:22-23 é um importante alerta: Qual é o grupo que enfatiza “profetizar, expulsar demônios, fazer maravilhas (milagres)”, nestes últimos tempos? São as igrejas pentecostais e carismáticas. Este texto nos mostra que estas pessoas se iludem, pensando que são salvas porque conseguem fazer coisas fantásticas, que os demais crentes tradicionais (a quem eles chamam de “frios” ou “mornos”) não conseguem. E o fato de a Bíblia destacar, neste contexto, a palavra “muitos”, isto mostra que haverá uma multidão de pentecostais e carismáticos ficando fora do céu, porque se deixaram enganar pelos sinais, prodígios, milagres e maravilhas;

14- não vivo sob a Lei, sob os costumes e festas judaicas, haja vista o ensino neotestamentário do fim da Lei mosaica em Cristo Jesus (Lc 16:16; Rm 14:5, 17; Gl 3:23-25; 5:4; Ef 2:15; Cl 2:14-16). Também não sei tocar o shofar, pois não sou judeu e não pega bem tocar “berrante” dentro da igreja (1Co 10:32; 2Co 6:3);

15- não vivo sob as doutrinas do A.T., apesar de toda a Bíblia ser importante para o crente (2Tm 3:16-17); mas a doutrina que me guia, como igreja/gentio que sou, são as Cartas do apóstolo Paulo (“O apóstolo dos gentios” – At 9:15; 13:46-48; 18:6; 21:19; 22:21; 28:25-29; Rm 11:13; Ef 3:1, 8; Gl 1:15-16; 1Tm 2:7; 2Tm 1:11), as Cartas Paulinas (de Romanos a Filemom); pois não sou judeu, mas gentio (Rm 9:24-26; Gl 3:8; 3:14; Ef 3:6; Cl 1:27; 2Tm 4:17, etc), sendo salvo pela graça, mediante a fé, e não por obras ou por “cumprir a Lei” (Gl 5:4; Ef 2:8-9), pois Jesus Cristo já cumpriu a lei e os profetas e está tudo consumado (Mt 5:17; Jo 19:30; Ef 2:15; Cl 2:14);

16- eles não obedecem aos princípios bíblicos quanto ao ministério da mulher na igreja, pois hoje há até mulheres “profetas, profetizas, pastoras, diaconisas”, etc., sendo que a mesma 1 Coríntios que é tão louvada pelos pentecostais fala que é VERGONHOSO a mulher falar nas Igrejas (1Co 14:34-35; 1Tm 2:12) ou exercer liderança sobre dos homens (1Co 11:3; Ef 5:23); quem dirá pregar ou se intitularem “pastoras” e “bispas” (e até “apóstolas”);

17- não sou adepto do “Movimento da Batalha Espiritual”, pois, na cruz do Calvário, Jesus Cristo triunfou sobre os demônios (Jo 12:31-33; Cl 2:14-15). Não há nada no texto bíblico que dê margem às técnicas especiais de “caça ao Diabo” e “entrevistas” com o mesmo, ensinadas pelo referido Movimento;

18- não creio na “Teologia da Prosperidade”, pois o próprio Jesus Cristo não tinha onde reclinar a cabeça (Mt 8:20) e as bênçãos prometidas aos crentes (igreja) são, primeiramente, espirituais e não materiais (Ef 1:3). Deus nos abençoa? Sem dúvida alguma! Porém, não temos que ser gananciosos (Mt 6:25-31; Hb 13:5); e, não temos direito algum de “reivindicar” ou mesmo “determinar” alguma coisa, pois não há base bíblica para isto;

19- não creio em “maldição hereditária”, pois a maior das maldições que alguém pode sofrer na vida é estar sem Cristo. Quem está em Cristo , tem a maior das bênçãos espirituais e nenhuma maldição é possível contra ele (Ez 18:1-4; Mt 11:28; Jo 8:36; Lc 4:18; Rm 8:1; 1Co 6:11; 2Co 5:17; Fp 3:13-14; Hb 7:25; 1Jo 2:1);

20- não consulto, nem creio em “profetas” modernos (ou “videntes”, ou “sonhadores”), pois a Bíblia proíbe a “cartomancia evangélica” (Jr 5:13), e Jesus Cristo disse que “… A lei e os profetas duraram até João” (Lc 16:16a), pois a linhagem de profetas terminou com João Batista (Mt 11:13). E, depois de João Batista, não nasceu mais profetas, sendo que os que profetizaram depois de João Batista, eram nascidos antes dele; logo, eram mais velhos que ele. Jesus cumpriu a mensagem dos profetas (Mt 1:22; Mt 26:56; Lc 24:44);

21- não faço profecias (que não passam de “profetadas”), pois o “dom de profecias” não existe mais (1Co 13:8-10). Nem acredito em “novas revelações proféticas”, ou em quem as faça, atualmente, pois a revelação de Deus aos homens já está finalizada, com o fechamento do cânon das Escrituras. A Bíblia proíbe quaisquer acréscimos às Escrituras (Dt 4:2; Pv 30:6; Gl 1:8-9; Ap 22:18-19) e Deus só nos fala, nestes últimos dias, através da Palavra (Hb 1:1), como resposta às nossas orações, sendo que Jesus Cristo foi a máxima revelação de Deus aos homens, não havendo mais “revelações”. Deus já nos deu por escrito tudo o que necessitamos para nossa vida cristã e edificação pessoal, sendo que a revelação final de Deus para a sua Igreja, hoje, é a Bíblia, a completa e perfeita Palavra de Deus! (Rm 15:4; 1Tm 4:1; 2Tm 3:16-17; 2Pe 1:3). Quem faz “revelações” atualmente são espíritos adivinhos (At 16:17-18). Quando a Bíblia diz: “Não desprezeis as profecias” (1Ts 5:20) ela está se referindo às profecias já existentes na Palavra e não a “novas profecias” ou “revelações”; pois, na Bíblia, há centenas de profecias ainda aguardando o cumprimento e não necessitamos de “novas profecias”;

22- prefiro permanecer no amor, que é o que nos restou (1Co 13:8, 13), pois “o amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá” , sendo que “agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor”. Os “profetas” modernos deviam ter mais temor e saber que, no A.T., quando algum profeta dissesse algo, e não acontecesse, o mesmo deveria ser APEDREJADO (Lv 20:27). Já pensaram se a Lei do V.T. ainda estivesse em vigor e isso fosse feito hoje?;

23- prefiro andar nas “veredas antigas” porque “assim diz o Senhor: Ponde-vos nos caminhos, e vede, e perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho, e andai por ele; e achareis descanso para as vossas almas; mas eles dizem: Não andaremos nele” (Jr 6:16).

NÃO QUEIRAM SER SUPERCRENTES (pois todos pecamos, infelizmente – Rm 3:23; 1Co 10:12), MAS SANTOS E BÍBLICOS SERVOS DO SENHOR, pois, mesmo que um dia tenhamos feito tudo o que Ele nos mandou, ainda assim, não passaremos de SERVOS INÚTEIS: “Assim também vós, quando fizerdes tudo o que vos for mandado, dizei: Somos servos inúteis, porque fizemos somente o que devíamos fazer” (Lc 17:10).

Portanto, sejamos “SERVOS INÚTEIS”! Façamos tudo o que pudermos em defesa da “fé que uma vez foi dada aos santos” (Jd 3)!

Marcado com: ,
Publicado em Carismaticos, Pentecostais
6 comentários em “23 Razões para não ser pentecostal, muito menos carismático
  1. voldner disse:

    22- prefiro permanecer no amor, que é o que nos restou (1Co 13:8, 13), pois “o amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá” , sendo que “agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor”. Os “profetas” modernos deviam ter mais temor e saber que, no A.T., quando algum profeta dissesse algo, e não acontecesse, o mesmo deveria ser APEDREJADO (Lv 20:27). Já pensaram se a Lei do V.T. ainda estivesse em vigor e isso fosse feito hoje?;

    querido irmão, continue sua leitura em (1Co 14:1, 6), um grande abraço!!!!!!!!

  2. Rosa disse:

    Meu Deus o que é isso?

  3. Alessandra disse:

    Não vejo em 1 corintios 13:8 falar que as profecias passaram. O texto fala que o amor permanecerá para sempre e que tudo que é em parte CESSARÁ NÃO FALA QUE JÁ CESSOU. Quanto mais estudo a bíblia mais confulsa fico, estou perplexa com tudo que foi postado aqui concordo com algumas coisas discordo com outras, vou continuar estudando um dia quem sabe descubro a verdade sobre Deus e sua vontade para com o homem. Mas desde já não acredito em um Deus tão distante da humanidade como você revela acima.

  4. diego disse:

    Gostei muito da sua publicação, com certeza você postou uma ótima verdade. que Deus lhe abençoe.

  5. fernandino santos disse:

    muitas igrejas muitas doutrinas, assim cada um diz uma coisa e acreditamos nestas doutrinas ou igrejas iremos todos para o caldeirão de fogo e enxôfre , cada vez se complica mais.

  6. Elias disse:

    Excelente conteúdo com base bíblica. A Palavra de Deus (bíblia) é a verdade!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Magnificat anima mea Dominum
Inquisição on Line
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 1
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 2
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 3
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 4
Catecismo de Adultos – Aula 01 – A Revelação Divina – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 02 – O Modernismo, o problema atual na Igreja – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 03 – Deus Uno e Trino – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 04 – A Criação em geral e os anjos – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 05 – Os anjos e o homem – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 06 – A Teoria da Evolução contra a Ciência e a Filosofia – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 07 – Cristo Nosso Senhor e Maria Santíssima – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 08 – Aula 08 – O modo de vida de Jesus Cristo – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 09 – As perfeições de Cristo e a Paixão – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 10 – A Cruz, os infernos e a Ressurreição de Cristo – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 11 – A Ascensão, os juízos particular e final, e o Espírito Santo – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 12 – Como saber qual a verdadeira Igreja de Cristo? – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 13 – A Igreja Católica e a Salvação – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 14 – A Infalibilidade da Igreja e a união da Igreja e do Estado – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 15 – Da comunhão dos santos à vida eterna – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 16 – Os princípios da oração – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 17 – Como rezar bem? – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 18 – Os tipos de oração – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 19 – O Pai Nosso – Padre Daniel Pinheiro

 

Catecismo de Adultos – Aula 20 – A Ave Maria e o Santo Terço – Padre Daniel Pinheiro

 

Catecismo de Adultos – Aula 21 – A Meditação Católica – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 22 – Introdução à moral católica: uma moral das virtudes – Padre Daniel Pinheiro
Lutero e o Protestantismo: A História da Reforma – Profa. Dra. Laura Palma
Lutero e o Protestantismo: Vida de Lutero – Prof. André Melo
Lutero e o Protestantismo: Sola Scriptura – Profa. Dra. Ivone Fedeli
Lutero e o Protestantismo: Sola Fide – Prof. Marcelo Andrade
Lutero e o Protestantismo: Sola Gratia – Pe. Edivaldo Oliveira
Mídia Católica
Atualizações
Translator
Italy
Calendário
janeiro 2012
D S T Q Q S S
« dez   fev »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
Visitantes
  • 4.328.396 acessos desde 01/05/2011
religião e espiritualidade
religião e espiritualidade
Categorias
Links
%d blogueiros gostam disto: