“Cruz é sinônimo de maldição” – Pregação de Valdomiro Santiago da Igreja…

Cada vez mais os falsos profetas com suas heresias atraem mais seguidores, seguidores estes que não conhecem a palavra, Oseias 4, 6 (porque meu povo se perde por falta de conhecimento).
Guardai-vos dos falsos profetas. Eles vêm a vós disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos arrebatadores. (S. Mateus 7,15); Levantar-se-ão muitos falsos profetas e seduzirão a muitos. (S. Mateus 24,11); Porque se levantarão falsos cristos e falsos profetas, que farão milagres a ponto de seduzir, se isto fosse possível, até mesmo os escolhidos. (S. Mateus 24,24)

Este indivíduo, pastor do cão, é o maior anátema desgraçado que já existiu, passa sua vida enganando o humilde povo de Deus, porém bem sabemos qual o fim que aguarda esse anti-Cristo

Mateus 24

  • “E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane[enganando-vos e levando-vos ao erro];” (24.4)
  • “Porque muitos virão [apropriando-se da força de meu nome e] em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.” (24:5)
  • “Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo (o Messias) está aqui, ou ali, não lhe deis crédito;” (24:23)
  • “Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos (os eleitos de Deus).” (24:24)
  • “Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto, não saiais. Eis que ele está no interior da casa; não acrediteis.” (24:26)

Separei alguns versiculos para demonstrar a veracidade do que digo e que uso para mostrar aos protestante que é errado ser contra a Cruz, porque é atraves dela que Jesus alcançou a vitoria e atraves dela que nos tambem poderemos seguir a Jesus, por isso dizia Ele:

Mateus 10:38 E quem não toma a sua cruz, e não segue após mim, não é digno de mim.

Mateus 16:24 Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me.

Lucas 9:23 E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me.

Lucas 14:27 E qualquer que não levar a sua cruz, e não vier após mim, não pode ser meu discípulo.

Os versiculos que mais se destacam sobre a utilização da linguagem da Cruz e a pregação de Jesus Cristo crucificadi são:

I Corintios 1:18 “A Linguagem da CRUZé loucura para os que se perdem, mas para os que foram salvos, para nós é uma força divina”

1 Corintios 1:22-23 “Os judeus pedem milagres , os gregos reclamam sabedoria , mas nós PREGAMOS CRISTO CRUCIFICADO, escandalo para os judeus, LOUCURA PARA OS PAGAOS”

1 Corintios 2:2 “Julguei nao saber coisa alguma entre vós , senao Jesus Cristo e Jesus Cristo CRUCIFICADO”

Filipenses 3:18 “Porque há muitos por aí de quem repetidas vezes vos tenho falado e agora digo chorando que se portam como INIMIGOS da CRUZde Cristo”

Colossenses 2: 15 “Espoliou os principados e potestades e os expos ao ridiculo, triunfando dele pela CRUZ”

I Corintios 1:17. Cristo não me enviou para batizar, mas para pregar o Evangelho; e isso sem recorrer à habilidade da arte oratória, para que não se desvirtue a cruz de Cristo.

Galatas 5: 11. Se é verdade, irmãos, que ainda prego a circuncisão, por que, então, sou perseguido? Assim o escândalo da cruz teria cessado!

Galatas 6: 12. Os que vos obrigam à circuncisão são homens que se querem impor, só para não serem perseguidos por causa da cruz de Cristo.

Galatas 6: 14. Quanto a mim, não pretendo, jamais, gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo.

Efesios 2:16. e reconciliá-los ambos com Deus, reunidos num só corpo pela virtude da cruz, aniquilando nela a inimizade.

Hebreus 12:2. Em vez de gozo que se lhe oferecera, ele suportou a cruz e está sentado à direita do trono de Deus.

Assim sendo menosprezar o valor que tem a cruz que foi parte das parabolas de Jesus e da historia da salvação é negar junto a Boa Nova pregada pelos apostolos , graças a Deus a Unica Igreja de Cristo com a sucessão e tradição Apostolica prova mais uma vez sua importancia para mostrar a Luz verdadeiramente do Evangelho, nao se atendo a interpretações particulares como faz o protestantes, se matendo a fé apostolica.

Das Catequeses de São Cirilo de Jerusalém, bispo

A cruz é uma glória, não uma vergonha!

Moisés prefigurou a cruz quando crucificou a serpente para que fosse salvo, pela fé, aquele que, mordido pela serpente viva, olhasse para a de bronze. Na verdade, se uma serpente de bronze erguida deu a salvação, o Filho de Deus encarnado, preso à cruz, não a daria?

A salvação sempre veio pelo madeiro. Com efeito, no tempo de Noé, a vida foi conservada pela arca de madeira. No tempo de Moisés, ao ver o seu bastão, o mar intimidou-se diante daquele que o golpeava. Teve, então, tanto poder o bastão de Moisés e será ineficaz a cruz do Salvador? O madeiro, no tempo de Moisés, abrandou a água. E do lado de Cristo, a água correu sobre o madeiro. A água e o sangue constituíram o primeiro dos sinais de Moisés; o mesmo ocorreu no último sinal de Jesus. Primeiro, Moisés mudou o rio em sangue; Jesus, no fim, deixou correr de seu lado água e sangue.

A exegese dos Padres deu-nos a causa disso. Nos evangelhos é dupla a força salvífica do batismo. A primeira é dada pela água aos iluminados. A segunda, aos santos mártires, em tempo de perseguição, por seu próprio sangue. Do lado do Salvador saíram sangue e água para confirmar a graça na proclamação de Cristo: na iluminação, isto é no momento do batismo, ou no tempo do martírio.

Arma-te contra teus adversários em favor da própria cruz; estabelece a fé na cruz como um troféu contra os que a contradizem. Quando, pois, tiveres que discutir com os infiéis a respeito da cruz de Cristo, começa por fazer com a mão o sinal da cruz. O adversário, então, será reduzido ao silêncio. Não te envergonhes de proclamar a cruz, pois os anjos a glorificam quando dizem: Sabemos que procurais Jesus, que foi crucificado (cf. Mt 28, 5). A cruz é, com efeito, uma glória, não uma vergonha!

Catequese 13, 20-22
(Patrologia Grega, 33, 798-799)

Marcado com: ,
Publicado em Cruz, Falsos Profetas
Um comentário em ““Cruz é sinônimo de maldição” – Pregação de Valdomiro Santiago da Igreja…
  1. Marco disse:

    Não tenho como inocente quem segue um “profeta” tosco como esse tal de Valdemiro! Seguir os ensinamentos desse imbecil apenas revela até onde pode ir a cobiça de algumas pessoas. Ele não está enganando o povo de Deus, pois as ovelhas de Cristo conhecem a voz do verdadeiro Pastor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Magnificat anima mea Dominum
Inquisição on Line
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 1
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 2
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 3
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 4
Catecismo de Adultos – Aula 01 – A Revelação Divina – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 02 – O Modernismo, o problema atual na Igreja – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 03 – Deus Uno e Trino – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 04 – A Criação em geral e os anjos – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 05 – Os anjos e o homem – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 06 – A Teoria da Evolução contra a Ciência e a Filosofia – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 07 – Cristo Nosso Senhor e Maria Santíssima – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 08 – Aula 08 – O modo de vida de Jesus Cristo – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 09 – As perfeições de Cristo e a Paixão – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 10 – A Cruz, os infernos e a Ressurreição de Cristo – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 11 – A Ascensão, os juízos particular e final, e o Espírito Santo – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 12 – Como saber qual a verdadeira Igreja de Cristo? – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 13 – A Igreja Católica e a Salvação – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 14 – A Infalibilidade da Igreja e a união da Igreja e do Estado – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 15 – Da comunhão dos santos à vida eterna – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 16 – Os princípios da oração – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 17 – Como rezar bem? – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 18 – Os tipos de oração – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 19 – O Pai Nosso – Padre Daniel Pinheiro

 

Catecismo de Adultos – Aula 20 – A Ave Maria e o Santo Terço – Padre Daniel Pinheiro

 

Catecismo de Adultos – Aula 21 – A Meditação Católica – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 22 – Introdução à moral católica: uma moral das virtudes – Padre Daniel Pinheiro
Lutero e o Protestantismo: A História da Reforma – Profa. Dra. Laura Palma
Lutero e o Protestantismo: Vida de Lutero – Prof. André Melo
Lutero e o Protestantismo: Sola Scriptura – Profa. Dra. Ivone Fedeli
Lutero e o Protestantismo: Sola Fide – Prof. Marcelo Andrade
Lutero e o Protestantismo: Sola Gratia – Pe. Edivaldo Oliveira
Mídia Católica
Atualizações
Translator
Italy
Calendário
outubro 2012
D S T Q Q S S
« set   nov »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Visitantes
  • 4.328.348 acessos desde 01/05/2011
religião e espiritualidade
religião e espiritualidade
Categorias
Links
%d blogueiros gostam disto: