PERTURBAÇÕES DAS SEITAS

Vivemos em um mundo cheio de religiões, denominações seitas e heresias.

Há religiões de adeptos que promovem terrorismo e guerras, denominações que glorificam o pecado da divisão, seitas que perturbam a paz social, familiar, eclesial e causam escândalos, principalmente pelo cisma, e as heresias causam contendas no Corpo de Cristo.

Tudo isso cria uma confusão danada na cabeça das pessoas que não tem conhecimento bíblico e teológico.

Poucas décadas após a morte dos santos apóstolos, as divisões já se haviam acontecido na Igreja de Cristo.

O historiador americano Will Durant escreve:

“O próprio Celso (inimigo do cristianismo, do segundo século) havia sarcasticamente notado que os cristãos ‘se dividiam em muitas facções, cada um desejando ter a sua própria igreja”.

Por volta do ano 187, Santo Irineu de Lião (140? – 203), denunciava, vinte variedades de seitas. Já no ano 384, Santo Epifânio ( † 403), grande lutador contra as heresias, menciona oitenta seitas”.

Esse jamais foi o projeto de Jesus Cristo, e sim do diabo.

Cristo trabalhou e orou para que todos sejam um (Jo 17, 21).

O diabo trabalha para matar, roubar e destruir (Jo 10, 10).

O jornalista americano James A. Haught escreveu:

“Apesar da crença universal de que a religião torna as pessoas ‘boas’, é obvio que ela faz com que algumas pessoas cometam atrocidades”. Esse é o papel da falsa religião, que tem como chefe superior o diabo.

São Pedro Apóstolo já tinha profetizado a corja de líderes falsos.

“Houve, contudo, também falsos profetas no seio do povo, como haverá entre vós falsos mestres, os quais trarão heresias perniciosas, negando o Senhor que os resgatou e trazendo sobre si repentina destruição. Muitos seguirão as suas doutrinas dissolutas” (1 Pd 2, 1.2).

Na força do diabo tem de levantado líderes religiosos com poder político, financeiro e de comunicação eletrônica, promotores de doutrinas perniciosas, de escândalos sexuais, de cismas, de corrupção, de fausto e de luxúria.

Vejamos na reportagem a prática perniciosa desses líderes.

“A Vigilância Sanitária do município do Rio de Janeiro decidiu recolher uma amostra do suposto óleo sagrado que a na cura da ‘dengue’ e que está sendo distribuído durante os cultos de domingo na sede de uma denominação neopentecostal em Del Castilho. Além do óleo, oferecido em copinhos, panfletos divulgados pelo publicitário Antônio Pedro Tabet no site Kibeloco e reproduzidos no GLOBO convidam os fiéis para o culto e diz que eles receberão “um cálice com óleo santo, para que todos sejam livres desta epidemia”. Que Horror!”

O povo vive tremendamente, enganados e escravizados por esses líderes fraudulentos.

Cabe a cada cristão verdadeiro pregar urgentemente o Santo Evangelho Libertador de Cristo, que tem poder de libertar o ser humano desses perigosos apóstolos de Satanás.

“Procurai convencer os hesitantes; a outros procurai salvar, arrancando-os do fogo; de outros ainda tende misericórdia, mas com temor, aborrecendo a própria veste manchada pela carne” (Judas vv. 22 e 33).

Dizia Santo Tomás de Aquino:

“Levar os homens à verdade é o maior beneficio que se pode prestar aos outros”.

No Antigo Testamento, Deus deu a Lei ao seu povo para não cair nas garras da diabólica idolatria (Ex 20, 1-5). Porque por detrás dessa terrível prática, existiam líderes que lucravam com o comércio de ídolos e fazia desviar o povo do culto ao único e verdadeiro Deus.

No Novo Testamento, Cristo ensinou os apóstolos à guardarem seus mandamentos e pregar a Boa Nova sem fins lucrativos (Cf. Mt 10, 7-10).

Para a Igreja foi ensinado a ser fiel a doutrinas dos santos apóstolos (At 2, 42; 2 Tm 1, 12-14).

O diabo tem lutado terrivelmente nesses últimos dias contra os fieis cristãos para fazê-los quebrar a fidelidade da unidade da Santa Madre Igreja.

Mas temos a promessa de Jesus Cristo:

“As portas do inferno não prevalecerão contra ela” (Mt 16, 18).

O Movimento Pentecostal foi um marco de sucesso no século XX e continua sendo na era pós-moderna. Todavia, a sua prática divisionista tem arrastado uma avalanche de heresias e escândalos.

De todo desmoronamento social, o pentecostalismo é o que mais está incluso, devido a sua fragilidade estrutural e operacional.

A sua amálgama hoje, serve de espelho para o futuro de um movimento igual ao da Nova Era.

Porém, mantendo o seu eclesiologismo particular (igrejas empresas) e pluralismo religioso (ecumenismo eclético).

O pentecostalismo se divide para sua sobrevivência. Suas células divididas, vão sendo agregadas a outros elementos de várias correntes religiosas heréticas. Daí o sucesso na pós-modernidade com o seu pluralismo esotérico.

Marcado com: ,
Publicado em Pentecostais, Seitas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Magnificat anima mea Dominum
Inquisição on Line
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 1
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 2
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 3
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 4
Catecismo de Adultos – Aula 01 – A Revelação Divina – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 02 – O Modernismo, o problema atual na Igreja – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 03 – Deus Uno e Trino – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 04 – A Criação em geral e os anjos – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 05 – Os anjos e o homem – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 06 – A Teoria da Evolução contra a Ciência e a Filosofia – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 07 – Cristo Nosso Senhor e Maria Santíssima – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 08 – Aula 08 – O modo de vida de Jesus Cristo – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 09 – As perfeições de Cristo e a Paixão – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 10 – A Cruz, os infernos e a Ressurreição de Cristo – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 11 – A Ascensão, os juízos particular e final, e o Espírito Santo – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 12 – Como saber qual a verdadeira Igreja de Cristo? – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 13 – A Igreja Católica e a Salvação – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 14 – A Infalibilidade da Igreja e a união da Igreja e do Estado – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 15 – Da comunhão dos santos à vida eterna – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 16 – Os princípios da oração – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 17 – Como rezar bem? – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 18 – Os tipos de oração – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 19 – O Pai Nosso – Padre Daniel Pinheiro

 

Catecismo de Adultos – Aula 20 – A Ave Maria e o Santo Terço – Padre Daniel Pinheiro

 

Catecismo de Adultos – Aula 21 – A Meditação Católica – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 22 – Introdução à moral católica: uma moral das virtudes – Padre Daniel Pinheiro
Lutero e o Protestantismo: A História da Reforma – Profa. Dra. Laura Palma
Lutero e o Protestantismo: Vida de Lutero – Prof. André Melo
Lutero e o Protestantismo: Sola Scriptura – Profa. Dra. Ivone Fedeli
Lutero e o Protestantismo: Sola Fide – Prof. Marcelo Andrade
Lutero e o Protestantismo: Sola Gratia – Pe. Edivaldo Oliveira
Mídia Católica
Atualizações
Translator
Italy
Calendário
outubro 2012
D S T Q Q S S
« set   nov »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Visitantes
  • 4.328.348 acessos desde 01/05/2011
religião e espiritualidade
religião e espiritualidade
Categorias
Links
%d blogueiros gostam disto: