RSS

PROTESTANTE NÃO LÊ A BÍBLIA E QUANDO LÊ NÃO ENTENDE

03 mar

===============================================

PROTESTANTES EVANGÉLICOS PIRANDO APÓS LEITURA DA BÍBLIA

Dizem os protestantes que religião não serve para nada:

Ísaias 42, 1: “Eis meu servo que eu amparo, meu eleito ao qual dou toda a minha afeição, faço repousar sobre ele meu espírito, para que às nações a verdadeira religião.”

2. Ele não grita, nunca eleva a voz, não clama nas ruas.

3. Não quebrará o caniço rachado, não extinguirá a mecha que ainda fumega. Anunciará com toda a franqueza a verdadeira religião; não desanimará, nem desfalecerá,

4. até que tenha estabelecido a verdadeira religião sobre a terra, e até que as ilhas desejem seus ensinamentos.Isaías,42´

Retomemos Isaias 42, 1 e notemos que o profeta inspirado usa a expressão verdadeira religião.

Expressão similar e com o mesmo sentido, será usada no Novo Testamento no texto: “A religião pura e imaculada para com Deus, o Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo. (Tiago 1.27)

Isto é de pirar a cabeça de um protestante honesto que diz que religião não serve para nada, quando o próprio DEUS vivo fala em religião no velho e no novo testamento.

Isto é que acontece quando alguém deixa de ouvir a Igreja verdadeira para ouvir o pastor.

E para não fugir a regra, aqueles que gritam que religião não serve para nada quando criticados gritam: “Está havendo perseguição religiosa ao Povo de DEUS.”

Mais falta de conhecimento bíblico do que isto é impossível.

Definitivamente: PROTESTANTE NÃO LÊ A BÍBLIA E QUANDO LÊ NÃO ENTENDE.

->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->

Mas dizem os protestantes ainda que as obras não servem para nada. O importante é “olhar” para Jesus e “aceitar” Jesus em uma seita protestante.

O protestante diz que o Espírito Santo é quem prepara para as boas obras. Não duvidamos que o Espírito Santo prepare para as boas obras. O Espírito Santo só pode produzir coisas maravilhosas.

Entretanto, o DEUS amoroso e gentilíssimo sempre nos dá livre escolha. Podemos inclusive optar por pregadores protestantes e suas distorções bíblicas se assim desejarmos.

Tem gente que escolheu Lutero e Calvino contra a Igreja dos Concílios.

E tem gente escolhendo os pastores televisivos e ignorando a Igreja dos 2.000 anos.

O texto de Tiago que vimos acima e que recomenda a visita aos órfãos e viúvas, deixa claro que tudo é uma questão de escolha. Uns escolhem visitar os órfãos e viúvas e outros não.

Se fosse automático, não precisava ser dito. Naturalmente, o Espírito Santo daria o impulso necessário.

Não por acaso a bíblia diz: “Fazemos o mal que não queremos e deixamos de fazer o bem que gostaríamos(Rm 7, 19)”

Escolher fazer as coisas boas é decisão pessoal.

Jesus Cristo deixa claro que a escolha é nossa. Assim sendo, quem fica “esperando” o Espírito Santo sugerir que façamos algo de bom, em verdade está apenas oferecendo uma desculpa tosca pela sua inércia e indiferença ao sofrimento e necessidades alheias.

Capítulo 25 de Mateus Porque tive fome, e me destes de comer… (Mat.25:35)

“Porque tive fome, e me destes de comer; tive sede, e me destes de beber; era forasteiro, e me hospedastes; estava nu, e me vestistes; enfermo, e me visitastes; preso, e fostes ver-me. Então, perguntarão os justos: Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer? Ou com sede e te demos de beber? E quando te vimos forasteiro e te hospedamos? Ou nu e te vestimos? E quando te vimos enfermo ou preso e te fomos visitar? O Rei, respondendo, lhes dirá: Em verdade vos afirmo que, sempre que o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.” (Mateus 25:35-40)

Pelo texto acima ficou evidente que as obras são necessárias e aqueles que as executam foram exatamente aqueles que observaram a mensagem evangélica.

Mateus 12.50 : “Pois quem faz a vontade de meu Pai que está nos céus, este é meu irmão, minha irmã e minha mãe”.

E a sentença daqueles que ignoram as obras ?

Continuação de Matheus 25:

Mateus 25:41 Então, o Rei dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos. Mateus 25:42 Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber; Mateus 25:43 sendo forasteiro, não me hospedastes; estando nu, não me vestistes; achando-me enfermo e preso, não fostes ver-me. Mateus 25:44 E eles lhe perguntarão: Senhor, quando foi que te vimos com fome, com sede, forasteiro, nu, enfermo ou preso e não te assistimos? Mateus 25:45 Então, lhes responderá: Em verdade vos digo que, sempre que o deixastes de fazer a um destes mais pequeninos, a mim o deixastes de fazer. Mateus 25:46 E irão estes para o castigo eterno, porém os justos, para a vida eterna.

Tiago confirma:

Tiago 2:26: “Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta”.

Ora, se a fé sem obras é morta, significa que ninguém automáticamente que tem fé começa a fazer as boas obras.

Tem que haver uma decisão para fazer as boas obras.

É totalmente falsa a afirmação protestante de que as boas obras surgem automáticamente para quem é renascido.

Mentira grosseira e vil para enganar os tolos e aqueles que sempre estão sujeitos a todo vento de doutrinas e toda sorte de novidades.

Finalizando: “Tiago 2″

18 Mas dirá alguém: Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras.

Acima, um texto que ratifica mais uma vez a máxima de que sem obras é impossível ter a fé que agrada a DEUS.

Quem crê em Jesus, crê em tudo que ele pregou e não apenas em parte.

Quem crê em Jesus, crê quando ele diz que devemos amar ao próximo e fazer-lhe o bem.

Quem crê em Jesus faz as obras de Jesus e não somente a obra da denominação ou do pastor.

Martinho Lutero pai dos protestantes e inventor do Sola Scrpitura disse sobre o texto de Tiago:

Martinho Lutero sobre a carta de Tiago, expressa no prefácio de sua edição do Novo Testamento de 1522, foi de que ela era uma”carta de palha”.

Isto explica quase tudo não é ?

Os filhos de Lutero reproduzem as obras de Lutero e criticam quem faz as boas obras como se crêssemos que as obras unicamente são suficientes para a salvação e a fé em Jesus não tivesse importância alguma.

Alguém disse e não fui eu: “Atribuem a nós doutrinas que não praticamos(salvação pelas obras) e aquelas que efetivamente praticamos(adesão completa a Jesus), estas são ocultadas por nossos perseguidores protestantes. Dando crédito às fábulas e aos falsos mestres, nunca se firmam na verdade.”

Culpar o Espírito Santo e sair dizendo por aí: “DEUS não me falou ao coração” ou “A Bíblia não nos autoriza a suprir aos mais necessitados” são desculpas asquerosas para quem é indiferente a tudo e a todos e só está interessado em fazer as obras do pastor e atrás de bênçãos materiais.

E o pastor corrupto por sua vez, não está interessado em que alguém supra materialmente quem quer que seja. Quanto menos ajuda para os de fora, mais recursos para a denominação.

Com algumas exceções, justiça seja feita, pois nem todos são maus e uma grande parte critica inclusive os abutres no meio protestante, é no protestantismo que surgem expressões de “apóstolos”, “missionários” e “ungidos” do tipo:

“…ajudar os pobres é desviar recursos da denominação.”

E mesmo criticado por seus pares, quando surgem as estatísticas e pesquisas, todos de repente passam a integrar a religião “una” evangélica e todos se consideram “irmãos em Cristo.”

E assim podemos dizer: Quem não concorda com os vermes, torna-se cúmplice de suas obras quando assumem a condição de irmãos em Cristo de um daqueles.

Por outro lado, os lobos ocupam-se de apresentar aos inocentes ou talvez aos não tão inocentes assim, a demoníaca teologia da prosperidade.

Curiosamente, só quem prospera a partir desta “teologia” é o próprio doutrinador.

->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->

Dizem estes protestantes e evangélicos que ninguém deve confessar ao sacerdote:

Mas o que diz a Bíblia da qual o protestante pensa ser seguidor ?

“Recebei o Espírito Santo. Aqueles a quem perdoardes os pecados, lhe serão perdoados; aqueles a quem os retiverdes, lhes serão retidos” (Jo 20,22-23).

Não iremos nos alongar. Desnecessário.

Jesus dá poderes aos apóstolos para que perdoem e retenham pecados.

Está claro isto ?

Como é possível aos apóstolos atenderem as ordens de Jesus se ninguém vier ter com eles ?

Um apóstolo só pode perdoar pecados ou rete-los se antes alguém lhe confessar estes mesmos pecados.

Ou será que os protestantes estão sugerindo que os apóstolos foram orientados por Jesus a andar pelas ruas apontando dedo para as pessoas e perdoando e retendo pecados ao bel prazer de cada apóstolo ?

Jesus deu poderes para que eles advinhassem os pecados de cada um ?

Jesus lhes deu poderes para que sondassem corações e conhecerem quem estava ou não arrependido ?

Ou Jesus gentil e que dá ao homem sempre o direito de escolha desejava que cada homem e mulher arrependidos desse um passo de humildade e confessasse suas faltas a outro pecador ?

E diz o protestante em tom de falsa humildade: “Eu só me confesso a DEUS.”

->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->

Finalizando, dizem os filhos de Lutero que Maria foi uma mulher como outra qualquer:

Para começar podemos dizer que os filhos de Lutero são extremamente ingratos e desobedientes.

Lutero sempre defendeu a perpétua virgindade de Maria e lhe atribuiu toda a sorte de privilégios, se não vejamos:

Palavras de Lutero – Pai dos protestantes

“Cristo era o único filho de Maria. Das entranhas de Maria, nenhuma criança além dEle. Os ‘irmãos’ significam realmente ‘primos’ aqui: a Sagrada Escritura e os judeus sempre chamaram os primos de ‘irmãos’.” (Martinho Lutero, Sermões sobre João 1-4, 1534-39) “Cristo, nosso Salvador, foi o fruto real e natural do ventre virginal de Maria. Isto se deu sem a cooperação de um homem, permanecendo virgem depois do parto.” (Martinho Lutero, idem.) “Deus diz: ‘o filho de Maria é meu Filho somente.’ Desta forma, Maria é a Mãe de Deus.” (Martinho Lutero, Ibidem) Na mesma direção caminharam os demais reformadores.

Calvino, seguido pela maioria das denominações protestantes no Brasil, chamou de loucos sutis aqueles que segundo ele abusavam das Escrituras ao atribuirem a José e Maria filhos carnais além de Jesus Cristo.

Desnecessário reproduzir tudo que disseram os pais do protestantismo em favor de Maria. Quem quiser e tiver sede da verdade pode procurar em toda a internet. É fácil encontrar. Só não vai achar que não tem interesse em conhecer a verdade.

Prosseguindo, considerando a máxima protestante dos dias atuais, ou seja, Maria foi uma mulher como outra qualquer, vamos aos textos bíblicos que parecem esclarecer toda a questão:

Lucas 1, 48: “… porque olhou para sua pobre serva. Por isto, desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações…”

Uma pergunta simples: Onde a profecia bíblia se cumpre ? Em que igreja ?

Alguém já viu o cumprimento da profecia bíblica em alguma igreja protestante ?

Quer dizer então que a profecia bíblica não se cumpre exatamente nas igrejas que gritam: “Só a Bíblia” ????

“… desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações, …”

Eu nunca ouvi tal expressão saindo de uma boca protestante ou evangélica.

Mas não é só isso.

O protestante que diz que Maria foi uma mulher qualquer, parece não ter lido Lucas 1, 28:

28. Entrando, o anjo disse-lhe: Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo. O anjo do Altíssimo DEUS reverenciou Maria e disse: “Ave, cheia de graça.”

E o humilde protestante diz: “Barriga de aluguel.”

Disse o anjo: “O senhor é contigo.” E diz o protestante: “Maria deusa pagã.”

Em Lucas 1, 30 o anjo do Senhor acrescenta: “Não temas, Maria, pois encontraste graça diante de Deus.”

Maria encontrou graça diante de DEUS, disse o anjo. O sábio e doutor em Bíblia protestante diz: “Mãe de aluguel ou Deusa do catolicismo.”

Após ter recebido do anjo a revelação de que traria ao mundo o filho do Altíssimo DEUS, Maria em completa humildade e submissão diz:

“Então disse Maria: Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo afastou-se dela.”

Humilde também é o Senhor da Glória que não veio para ser servido, mas antes veio para servir.

Já houve na face da terra alguém com mais condições morais de exigir alguma coisa de DEUS pai ?

Para relembrar: Jesus Cristo: “Pai, se possível, afasta de mim este cálice. Mas não seja feita a minha, mas sim a tua vontade.(Matheus 26, 39)”

Belos exemplos de humildade e obediência da Virgem Maria e Jesus Cristo.

Enquanto isso grita o protestante: “Eu não preciso de Religião. Não preciso de igreja. Não preciso de papa, não preciso de santos, não preciso de Maria, não preciso de Eucaristia, não preciso me confessar, eu mesmo posso ler a Bíblia, eu tenho assistência direta do Espírito Santo.”

Ufa…

Mas tem mais: “Eu exijo, eu determino, eu tomo posse da benção, eu declaro vitória, DEUS irá me restituir tudo, eu não aceito derrota, tua palavra me garante vitória, etc…”

Continuamos,

Lucas 1, 41: “Ora, apenas Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança estremeceu no seu seio; e Isabel ficou cheia do Espírito Santo.”

Isabel ficou cheia do Espírito Santo quando ouviu a saudação de Maria.

E como fica o protestante quando ouve uma saudação nossa a Maria ? Cheio do Espírito Santo é que ele não fica mesmo.

Lucas 1, 42: “E exclamou em alta voz: Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre.”

Isabel, ainda cheia do Espírito Santo, diz: “…bendita és tu entre as mulheres”. E o protestante diz: “impublicável”

Lucas 1, 43. Donde me vem esta honra de vir a mim a mãe de meu Senhor?

Isabel, ainda cheia do Espírito Santo exclama: “…donde me vem a esta honra de vir a mim a mãe do meu Senhor.”

O protestante ficaria honrado como Isabel se recebesse a visita de Maria ? Por certo que não. Ele ficaria cheio de ódio. E para Maria sobrariam deboches, escárnio e apelidos.

Ainda que Isabel tenha chamado Maria de mãe do meu Senhor e ainda que todos saibam que o Senhor é DEUS, grita o protestante: “Maria não é mãe de DEUS.”

Lucas 1,44: “ Pois assim que a voz de tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança estremeceu de alegria no meu seio.”

A criança no ventre de Isabel estremeceu de alegria quando ouviu a vóz de Maria. E se o protestante ouvisse a voz de Maria ??? Ele ficaria também cheio de alegria ???

Lucas 1, 45: “ Bem-aventurada és tu que creste, pois se hão de cumprir as coisas que da parte do Senhor te foram ditas!”

Isabel felicita Maria como alguém que creu integralmente no Senhor e colocou-se a sua disposição.

E sobre esta serva irrepreensível, diz o protestante: “Mulher pecadora e comum.”

E Jesus em seu sofrimento mais atroz ainda entrega a Maria o discípulo mais amado. Não vou nem falar da maternidade universal de Maria para que os protestantes não pulem de raiva.

Jesus Cristo: Jo 19, 27 Então disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. E desde aquela hora o discípulo a recebeu em sua casa.

E o protestante levaria Maria para sua casa como determinou Jesus ? Ou a expulsaria de todo e qualquer lugar onde ela pudesse ser encontrada ?

Jesus deu a sua mãe o discípulo amado. E deu ao discípulo amado sua própria mãe.

Diga-se de passagem, nesta hora, os “irmãos” de Jesus inventados pelos protestantes desaparecem.

E mesmo admitindo que Jesus teve um carinho fraternal de filho com sua mãe, já que não podem suportar a maternidade universal, ainda assim dizem que Jesus Cristo a desprezou na Bodas de Canã quando lhe chamou de mulher.

Chamou sim. E fez também o milagre ainda que não tivesse chegado sua hora. O primeiro milagre de Jesus foi feito a pedido de Maria.

E Maria como serva fiel e obediente e que sabe conduzir o povo a Jesus disse para quem tem ouvidos e que deseja ouvir: “Fazei tudo que ele vos disser.”

A pergunta que não quer calar: Quem não lê a Bíblia ? Ou quem lê e nada entende ?

Nós seguimos: “…Igreja de Deus vivo, coluna e sustentáculo da verdade” (1Tim 3,15).”

Por tudo isto e muito mais se diz: “Fora da Igreja Católica não há salvação.”

Aceitamos que todo homem ou mulher devem aderir a fé e crenças que lhes pareçam mais adequadas. Limitamos nossas questões ao debate unicamente religioso e condenamos assim ofensas a honra e dignidade das pessoas. Acreditamos na liberdade religiosa e condenamos quem deseja impor aos demais credos ou religiões. Condenamos ainda quem cause embaraço a outro no exercício de sua fé.

Autor: A.Silva com a colaboração de Bebel de Carvalho e Dani Silva – Livre divulgação mencionando-se o autor

 
Deixe um comentário

Publicado por em 03/03/2013 em Apologética

 

Tags:

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: