RSS

Advento aguardando o Senhor que vem!

30 nov

“Tua presença é bálsamo para a minha alma, luz para o meu caminho, força para o meu frágil corpo. Por isso desejo avidamente preparar todo o meu ser para que ele se transforme num digno trono capaz de acolher-te inteiramente, já que tu me avisas que vens!”

A palavra advento vem do latim e significa tempo de preparação, de espera, de chegada. Mas esperamos quem? Com certeza, esperamos pela chegada não de um viajante qualquer, mas do nosso Senhor Jesus, o sumo e verdadeiro bem. Sim, é Ele que vem habitar no meio de nós; melhor que isso, Ele vem habitar no nosso coração e com Ele vem todo o seu Reino.

Jesus vem unir-se a cada homem intimamente. Vem para destruir a solidão, o vazio que existe em nós. Vem para nos encher de esperança, de alegria e de amor. Sua presença transforma, torna bom o que é mau. Torna-nos abelhas que sugam e bebem a inenarrável suavidade e deleite do amor verdadeiro que vem de Deus.

Por isso, é preciso preparar o coração para receber tão grande presente de Deus e tão grandes graças, para receber este grande hóspede! Assim, a cada ano a Igreja, rememorando a encarnação do Filho de Deus acontecida há dois mil anos, prepara-se e acolhe espiritualmente o Filho de Deus que vem trazendo salvação e graças; ao mesmo tempo, reflete e aguarda expectativamente a segunda e definitiva vinda do Senhor.

Esses acontecimentos celebrados e rememorados pela Igreja, através do poder do Espírito Santo, tornam-se atuais, atualizam-se verdadeiramente hoje, na nossa vida, na nossa história. Se anos a fio vivemos esse tempo de preparação, essa espera pelo Senhor e nada acontece em nossa vida é porque, certamente, vivemos esse período como se ele não tivesse nada a ver com a nossa realidade; talvez continuamos insensíveis, frios e fechados ao Cristo, ao seu amor, ao seu Espírito.

Acredito que, nesse tempo tão propício à reflexão, nossa primeira atitude deve ser voltar o olhar para nossa vida mais profunda: “Será que o meu coração tem espaço e tempo para acolher Jesus? Como está a minha vida hoje? Julgo-me uma pessoa feliz? O que desejo? O que quero que o Senhor me faça?”

Somente Jesus tem a resposta para essas perguntas; apenas Ele tem a solução para os desafios da nossa vida e pode preencher o vazio ou a dor do nosso coração. Só Ele é a verdadeira felicidade e alegria do homem.

Então, esteja certo de que, porque Jesus vem, tudo pode ser mudado, inclusive para aqueles que já vivem uma caminhada com Ele. Para estes Jesus também tem muito a oferecer e a transformar. Ele é o Amor que nunca sacia nem se derrama por inteiro, sempre deixa no coração o desejo de tê-lo novamente e um pouco mais.

O Deus que vem é fiel – cumpre as promessas de salvação que outrora nos fez -, por isso esse tempo de vigilância é também tempo de alegria. Não é tempo de tristeza, mesmo que a humanidade esteja em guerra. Nesse tempo é reavivada a esperança, porque toda a realização da vida do homem pode ser concretizada por Jesus. É importante que você viva a alegria de Deus com toda a intensidade e verdade, pois o que esperamos de bom certamente acontecerá. Deus é amor! Deus é fiel! Jesus é a esperança e doa a esperança mesmo nos momentos de provação, de perseguição, de tribulações. Ele nos educa à esperança forte e paciente. No dia em que nasce uma criança, não se pode estar triste. Portanto, alegrem-se todos: o feliz, o santo, o pecador, o que sofre… porque Jesus venceu a morte, trouxe-nos o perdão, a vitória e a vida. Com Jesus vivo, quem poderá ser triste e não ter esperança? Ninguém é excluído desta felicidade!

O Advento é um tempo de preparação, de mudança de vida, de arrumar a casa para o Amigo que vem; tempo de chegada, de conversão, de entrega intensa ao Senhor. É tempo de retornar ao Senhor de todo o coração, de cumprir o seu mandamento: “Amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração, com toda a tua alma e com toda a tua mente” (Mt 12,17). Estas palavras significam: “Amarás o Senhor teu Deus com toda a tua inteligência, com toda a tua vontade e com toda a tua memória”.

“A verdadeira felicidade começa na conversão do coração à mentalidade do Evangelho, cujo sentido, origem e personificação é a Pessoa de Jesus. Jesus é a Nova e Eterna Aliança. Ser como Jesus por amor a Ele e gratidão ao Pai para alegrar o coração de Deus que se compraz conosco, seus filhos, é o que importa àquele que ama a Deus. Diante desta proposta de amor que dá a própria vida, perder seja lá o que for não tem nenhuma importância diante do imenso, único e eterno bem que se encontra” (Nogueira e Alves, 2001, p.50).

Finalmente, o Advento é um tempo de assumir uma postura de pobreza e confiança no Senhor. Uma pobreza de espírito, que gera abandono completo nas mãos de Deus e assim felicidade plena. Imitando Jesus, que veio ao mundo como um menino indefeso, pequeno e pobre.

Prepare-se bem, vivendo intensamente cada dia desse tempo, colaborando com a graça divina, permitindo que ela o faça renascer, renovar e purificar. No final, na “noite feliz”, você verá que valeu a pena ter se esforçado para preparar seu coração a fim de merecer este grande e maravilhoso presente de Deus. Dessa forma, você poderá partilhá-lo com os outros.
“Maranatha, vem Senhor Jesus”!

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30/11/2013 em Advento

 

Tags:

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: