RSS

Sacerdotes, porque os chamamos de pai?

27 fev
Há quem proteste que os católicos chamem os sacerdotes de Pai. Dizem que Jesus o proíbe em Matheus 23:8-11 Vejamos:

Vós, em troca, não deixes chamar de Rabbí, porque um só é vosso mestre; e vós sois todos irmãos. Não chame ninguém de seu Pai na terra, porque só um é vosso Pai: do céu. Nem tampouco deixes chamarem diretores, Porque um só é vosso diretor: o Cristo.

Para interpretar a Bíblia corretamente tem que se levar em conta de vários fatores essenciais. Dentre eles:

Ler os versículos em seu contexto.

Se se lê os versículos que seguem tudo de cima, pode-se ver que Jesus ensina a não presumir, não se julgar superiores por ser pais, mestres ou diretores:

O maior entre vós será vosso servo. Pois os que se exaltam serão humilhados; e os que se humilham serão exaltados (Mt.23:11-12)

Interpretar a luz da Bíblia toda.

São Paulo, na mesma Bíblia (1Cor4:15) se chama de pai:

“Pois que há tido dez mil pedagogos, em Cristo, não há tido muitos pais. Tem sido eu que, pelo evangélio, os inseri em Cristo Jesus”

Paulo é pai espiritual sem nenhum tipo de presunção. Ele sabe que esina para Cristo. São Paulo é digno interprete das palavras de Jesus já que a Bíblia não se contradiz. O sacerdote, como São Paulo, é pai espiritual. Jesus está advertindo como fez o profeta Ezequiel (ez.34), contra os abusos da autoridade espiritual. Condena o abuso e não a vocação em si mesma, a qual é dada por Deus.

Entender com a ajuda da Tradição Apostólica.

Devemos interpretar junto com a igreja que tem ensinado desde o inicio. É importante conhecer os ensinamentos dos Pais da Igreja, os mais simples pastores dos primeiros séculos. Eles não adicionam verdades a Bíblia, mas por sua convivência com os Apóstolos, a sabem interpretar melhor que alguém do século XX, que lê a Biblia sem saber que sentido dar as palavras. Vemos desde a Antiguidade e em todos os séculos da era cristão, como os cristãos chamam seus pais pastores.

Alguns dirão que não precisam conhecer o passado porque o Espírito os ajuda a interpretar, mas o Espírito Santo não se contradiz. Não interpreta a verdade em formas opostas em cada século e a cada grupo. Não vai, o Espírito Santo, ensinar a quem não quer viver em comunhão com a verdade que já lhe ensinou na Igreja. Jesus não nos deixou uma bíblia para interpretar como nós gostamos, fundou uma Igreja que, guiada pelo Espírito Santo, não só escreveu a Bíblia como também a interpretá-la corretamente.

As palavras de Jesus, tomadas literalmente como pretendem alguns, proibirá deixar chamar-se por pai mestre ou diretor.
Então nos perguntamos:

Como chamam os protestantes a seus mestres, educadores e diretores?

Como chamam os protestantes a seus pais biológicos?

Pois, se vamos interpretar literalmente como pretendem, não se admitiria exceções. Por que então só protestam o uso desses títulos quando se trata do sacerdote?

Os sacerdotes são pais espirituais porque, como São Paulo colocam em Cristo Jesus por meio do batismo e da palavra. Também, eles, devem acatar as advertências de Cristo pois não são pais por conta própria senão por delegação. Por isso se deve rezar por eles.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 27/02/2014 em Sacerdote

 

Tags:

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: