RSS

Católicos sem rumo

08 mar

Merece reflexão a quantidade de propaganda enganosa distribuída em esquinas e colada em postes e paredes das grandes cidades, oferecendo soluções fáceis para todo tipo de problemas, inclusive para resolver questões amorosas. São cartomantes, praticantes de tarô, jogadores de cartas e búzios, “mães e pais-de-santo” (e aqui é bom que fique claro que se trata de santo com “s” minúsculo, porque os Santos da nossa Igreja não se passam para esse tipo de “coisa” e são filhos de Deus e não dessas pessoas), que se afastaram da doutrina de Jesus Cristo, ensinada a toda a humanidade pelos apóstolos. Pessoas que, às vezes até por ignorância, colocam-se à disposição de todos como se fossem senhores do bem e do mal. E o mais triste é constatar que acabam atraindo pessoas de coração simples e inocentes que não conhecem plenamente a verdade revelada por Jesus Cristo, para enganá-las e afastá-las de Deus, nosso único Senhor.

É preciso alertar nossos irmãos que estão sendo enganados por essas pessoas praticantes de outras doutrinas, diferentes da doutrina de Jesus Cristo, provocando divisões e escândalos no meio dos cristãos. Precisamos estar atentos para a advertência feita por São Paulo, quando, na sua Carta aos Romanos, disse:

“Rogo-vos, irmãos, que desconfieis daqueles que causam divisões e escândalos, apartando-se da doutrina que recebestes. Evitai-os! Esses tais não servem a Cristo nosso Senhor, mas ao próprio ventre. E com palavras adocicadas e linguagem lisonjeira enganam os corações simples.” (Rom 16,17-18).

A doutrina que recebemos dos apóstolos foi aquela ensinada por Jesus Cristo e em nenhum evangelho nos foi ensinado que devemos crer em superstições, horóscopos, figas, trabalhos de macumba, sessões espíritas com evocação de mortos, umbandas, uso de cartas, tarô ou outras coisas semelhantes. A doutrina dos apóstolos é a de uma confiança absoluta em um Deus que amou tanto o mundo “…que lhe deu seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.” (Jo 3,16).

Não podemos ficar em silêncio diante de tantos CATÓLICOS andando pelo mundo sem rumo, vivendo a cada dia numa seita ou religião diferente, “pulando de galho em galho”, sofrendo desesperadamente ou buscando soluções fáceis fora da doutrina de Jesus Cristo.

É preciso que todos saibam e assumam verdadeiramente que somos uma “…raça escolhida, um sacerdócio régio, uma nação santa, um povo adquirido por Deus, a fim de que publiqueis as virtudes daquele que das trevas vos chamou à sua luz maravilhosa.” (I Pedro 2,9).

Portanto, se já estamos na terra que o Senhor Deus nos deu, uma terra de santos, não podemos continuar imitando as práticas dos pagãos, como se não conhecêssemos o nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo.

“Quando tiveres entrado na terra que o Senhor, teu Deus, te dá, não te porás a imitar as práticas abomináveis da gente daquela terra. Não se ache no meio de ti quem faça passar pelo fogo seu filho ou sua filha, nem quem se dê à adivinhação, à astrologia, aos agouros, ao feiticismo, à magia, ao espiritismo, à adivinhação ou à evocação dos mortos, porque o Senhor, teu Deus, abomina aqueles que se dão a essas práticas, e é por causa dessas abominações que o Senhor, teu Deus, expulsa diante de ti essas nações. Serás inteiramente do Senhor, teu Deus.” (Deuteronômio 18,9-13).

Deus é o nosso único Senhor e somente nEle devemos depositar toda a nossa confiança. Peçamos sem cessar o Espírito Santo de Deus para que Ele nos ilumine e nos fortaleça para seguirmos decididamente, firmes na fé, na doutrina de Jesus Cristo. Fiquemos atentos à exortação de São Pedro:

“Sede sóbrios, e vigiai. Vosso adversário, o demônio, anda ao redor de vós como o leão que ruge, buscando a quem devorar. Resisti-lhe fortes na fé.” (I Pedro 5,8-9).

Não sejamos tolos. Tenhamos fé e entreguemos a Deus, nosso único Senhor, toda a nossa vida.

“E esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé. Quem é o vencedor do mundo senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus?” (I Jo 5,4-5).

E quem crê em Jesus, faz as coisas que Ele manda. Deixemos de lado as fábulas e ilusões apresentadas pelo mundo e entreguemo-nos, sem reservas, a Deus, nosso Único Senhor.

 

 
Deixe um comentário

Publicado por em 08/03/2014 em Catolicismo

 

Tags:

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: