RSS

Você sabe quais os dias santos de guarda?

31 jul

De acordo com o Catecismo da Igreja Católica, todo católico deve participar da Santa Missa em determinadas datas. Este preceito da Igreja vem para elucidar para os fiéis leigos o terceiro mandamento – Guardar domingos e festas de guarda.

Elevação hóstia missa tridentina [2]Os dias santos, em que todos os católicos devem participar, são:

– A Solenidade da Santíssima Mãe de Deus, no dia 1º de Janeiro, que comemora o dogma da Maternidade divina de Maria, fonte de todos os seus privilégios;

– A Solenidade da Epifania ou Manifestação do Senhor (dia 6 de janeiro), que, na vocação dos Magos, os primeiros pagãos chamados ao conhecimento de Jesus, comemora as primícias da vocação para a fé;

– O dia de São José (19 de março) esposo de Maria Santíssima, em que a Igreja homenageia seu patrono.

– A Ascensão do Senhor (antigamente na quinta-feira, 40 dias depois da Páscoa), que comemora a subida gloriosa de Jesus aos céus;

– A Solenidade de Corpus Christi, solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo, celebrado na quinta-feira depois do domingo da Santíssima Trindade, em que a Igreja adora a Presença Real de Cristo no sacramento da Eucaristia;

São Pedro e São Paulo (29 de junho), a Igreja do mundo inteiro celebra a santidade de vida dos santos considerados “os cabeças dos apóstolos”;

– A Assunção de Maria (dia 15 de agosto), em que todo o povo é convidado a se alegrar com a entrada de Maria Santíssima em corpo e alma na glória;

– O Dia de Todos os Santos (1º de novembro), quando se honra todos os santos do céu;

– A Imaculada Conceição de Maria, no dia 8 de dezembro, que celebra a criação da alma de Maria livre do pecado original, o primeiro dos passos da redenção;

– O Solenidade do Natal do Senhor, celebrado em 25 de dezembro, no qual se comemora o nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Porém, nem todos os países e dioceses festejam e guardam estes dez dias de preceito, porque, com a prévia aprovação da Sé Apostólica, a Conferência Episcopal de cada país pode suprimir algumas das festas de preceito ou transferi-los para um domingo. Assim como acontece no Brasil, onde, com exceção da Solenidade da Santíssima Mãe de Deus, Corpus Christi, Imaculada Conceição e Natal; todas as demais são transferidas para o domingo seguinte.

Claro que isso não impede que o fiel participe de outras Missas, além dessas. Afinal, como dizia Santo Afonso de Ligório: “Se a Santa Missa é a renovação do Calvário, precisamos então dos melhores sentimentos, atitudes e disposições para bem vivê-la. A mesma disposição que Maria Santíssima teve aos pés da cruz do seu Filho”.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31/07/2015 em Uncategorized

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: