A Intercessão dos Santos

A intercessão dos Santos é uma prática que existe na Igreja Católica, mas que não é reconhecida, não é aceita por muitas denominações cristas.

Os Católicos pedem a intercessão, o socorro, a súplica dos Santos, os nossos irmãos e irmãs que já se encontram com Deus na glória, igualmente os Anjos (São Miguel, São Rafael, São Gabriel e todos os seus comandados).

O protestantismo diz que a prática da intercessão dos Santos não é bíblica. E mais do que isso, ela fere a Palavra de Deus. O texto que eles apresentam para negar a eficácia da intercessão dos Santos, o famoso texto, o principal texto é 1Timóteo 2,5-6 “pois há um só Deus, e um só mediador entre Deus e os homens, um homem, Cristo Jesus, que se deu em resgate por todos. Este é o testemunho dado nos tempos estabelecidos”.

Então eles dizem, como Jesus Cristo é o único mediador, os Santos, principalmente Maria, não deveriam ser invocados para pedir a Jesus por nós. Segundo eles, quando os católicos apelam para os Santos, esses Santos se intrometem na única mediação de Cristo. Mas se lermos de novo o texto, veremos que esse raciocínio é falso. Reparem o texto: ‘um só mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo’, mas os Santos não são mediadores entre o Pai e os homens. Quem é o único mediador entre Deus e os homens: Jesus Cristo. Ele disse ‘ninguém vem ao Pai senão por mim’. E é verdade. O único Caminho, mediador, canal, meio, recurso de chegar ao Pai é por meio de Jesus. A mediação tratada em 1Tm 2,5, refere-se a Nova e Eterna Aliança. No Novo Testamento, é Cristo que nos reconcilia com Deus, através de seu sacrifício na Cruz. É nesse sentido que Ele é nosso único mediador, pois somente através Dele que recuperamos para sempre a amizade com Deus.

Os protestantes não entendem que os Santos não intercedem ao Pai diretamente. Os Santos se dirigem a Jesus. E Jesus acolhendo as suas preces, as apresenta ao Pai. Vejamos um exemplo: as pessoas que nos pedem orações.

Vejamos 1Timóteo 2,1-3 (São Paulo pede que nós rezemos pelos homens. Isso é intercessão). A minha fé me impede de rezar somente por mim, devo rezar por mim e por todos.  Quando peço por mim eu faço uma súplica, quando peço pelos outros eu intercedo. Interceder significa pedir por outra pessoa.

Vejamos outra intercessão: Marcos 5, 22-23 (pede pela sua filha). A mesma coisa que os Santos fazem quando no céu intercedem por nós.

Vejamos agora: Mateus 15,21-22 – alguém pede por outra pessoa a Jesus, e Ele aceita as preces, acolhe as súplicas.

Muitos dizem é um absurdo dizer: Santa Maria rogai por nós pecadores. Vejamos se é verdade: Atos 8,24 – (Simão pede que interceda por Jesus por si).

Vamos agora ao texto mais solene, mais eloquente, talvez o mais importante que comprova o valor, a eficácia da intercessão dos Santos: João 2,1-11. É a intercessão mais solene junto a Jesus na Bíblia.

Vejamos Romanos 15,30 (rogai por mim); 1Tessalonicenses 5,25 (pedido de intercessão);Hebreus 13,18.

Quando apresentamos esses textos, um cristão não católico diz que aqui na terra nós podemos interceder, orar uns pelos outros. Mas os santos morreram. E quem morreu acabou-se. Quem morreu não está no céu ainda. Quem morreu não pode pedir por ninguém. Conforme os textos: Eclesiastes 9,5.10. Esses argumentos são falsos. Por quê?

1) Quem morre na graça de Cristo, e que está totalmente purificado, entra imediatamente no Paraíso. Vejamos Lucas 23,42-43;  2) Quem está nos céus pedem por nós. Vejamos Apocalipse 6,9-11. 3) Apocalipse 5,8 –(as orações dos santos); Apocalipse 8,3-4 (as orações dos santos) 4) E em outros tantos textos a Sagrada Escritura nos mostra isso (cf. Is 14,9-10; 1Pd 3,19; Mt17,3; Ap 7,10).

Importante fazer a diferença entre Evocação dos mortos (proibida pela Bíblia Dt 18,9-14; Lv 20,6-27)e Invocação dos Santos.

Anúncios
Publicado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Sugestão de Leitura
Nós Somos a Igreja Católica

 

 

Santa Missa – Passo a Passo

 

A Santa Missa parte por parte – Professor Felipe Aquino
Curso de Mariologia – Introdução, AT – profecias sobre a mãe do Messias, NT – Maria nos textos de Paulo, Marcos e Mateus – Frei Diones Rafael Paganotto
Curso de Mariologia – Maria nos textos de Lucas – Frei Diones Rafael Paganotto
Curso de Mariologia – Maria nos textos de João – Frei Diones Rafael Paganotto
Curso de Mariologia – Ave-Maria e Irmãos de Jesus – Frei Diones Rafael Paganotto
Curso de Mariologia – Maria nos apócrifos – Dogma, Heresia, Revelação – Frei Diones Rafael Paganotto
Curso de Mariologia – Dogmas sobre Maria – Frei Diones Rafael Paganotto
Curso de Mariologia – Ano litúrgico, Liturgia e Manifestações devocionais – Frei Diones Rafael Paganotto
Curso de Mariologia – Comunhão dos santos, Intercessão, Culto mariano, Imagem, ídolo e ícone – Frei Diones Rafael Paganotto
Curso de Mariologia – Rosário, Documentos do Magistério e Aparições – Frei Diones Rafael Paganotto
Curso de Mariologia – Maria e o Cristianismo, Nossa Senhora Aparecida e Conclusão – Frei Diones Rafael Paganotto
Sagrada Escritura – Parte 1 – Professor Felipe Aquino
Sagrada Escritura – Parte 2 – Professor Felipe Aquino
Pentateuco – Professor Felipe Aquino
Os Livros Sapienciais do Antigo Testamento | Prof. Felipe Aquino
Sagrada Tradição da Igreja – Professor Felipe Aquino
Sagrado Magistério da Igreja – Professor Felipe Aquino
Uma história que não é contada (Parte 1) – Professor Felipe Aquino
Uma história que não é contada (Parte 2) – Professor Felipe Aquino
O Santo Terço Explicado – Professor Carlos Ramalhete

 

Formação sobre canto e música litúrgica

 

Curso de Canto Gregoriano – Parte 1

 

Curso de Canto Gregoriano – Parte 2

 

Curso de Canto Gregoriano – Parte 3

 

Curso de Canto Gregoriano – Parte 4
Curso de Canto Gregoriano – Parte 5
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 1
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 2
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 3
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 4
Introdução ao estudo dos Dogmas da Igreja Católica – Márcio Carvalho
Curso Teologia Fundamental – Parte 1 – Padre Vitor José
Curso Teologia Fundamental – Parte 2 – Padre Vitor José
Curso Teologia Fundamental – Parte 3 – Padre Vitor José
Mídia Católica
Magnificat anima mea Dominum

 

Atualizações
Translator
Italy
Calendário
janeiro 2016
D S T Q Q S S
« dez   fev »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
Visitantes
  • 3,125,177 acessos desde 01/05/2011
religião e espiritualidade
religião e espiritualidade
Categorias
LINKS
%d blogueiros gostam disto: