Acólitos e Coroinhas

Resultado de imagem para Acólito

 

A Instrução Geral do Missal Romano define o acólito como um ministro instituído para o serviço do altar, assistindo o sacerdote e o diácono. Tendo ele como principais competências a preparação do altar e dos vasos sagrados. Por regra, o acólito é homem.

A palavra “coroinha” vem do latim pueri chori, “menino do coro”. Não há concordância sobre como o termo tornou-se a designação dos que servem ao altar. Acredita-se que seja em razão dos sacerdotes, em tempos mais remotos, chamarem os meninos do coro para ajudá-lo no serviço do altar.

Acólito, palavra de origem grega – akólithos – com o significado de “companheiro de viagem! É o ministro que acompanha o sacerdote ou o diácono no serviço do altar e na distribuição Eucarística. Muitas comunidades atribuem equivocadamente o ministério de acólito aos coroinhas, que não são acólitos. O acolitato é um ministério, conferido pelo bispo (ou por um seu representante) a quem se dispõe ao serviço litúrgico na Igreja. É preciso, pois, não confundir acolitato com a função de um coroinha, como descrito na Instrução Geral do Missal Romano (IGMR), nos números que seguem:

65.O Acólito é instituído para servir ao altar e auxiliar o sacerdote e o diácono. Compete-lhe principalmente preparar o altar e os vasos sagrados, bem como distribuir aos fiéis a Eucaristia, da qual é ministro extraordinário.
143.Na procissão para o altar, o Acólito pode levar a cruz, entre dois ministros que levam velas acesas. Depois de chegar ao altar, depõe a cruz perto do altar e ocupa o seu lugar no presbitério.
144.Durante toda a celebração, cabe ao Acólito aproximar-se do sacerdote ou do diácono, para lhes apresentar o livro e ajudá-los em outras coisas necessárias. Convém, portanto, que, na medida do possível, ocupe um lugar do qual possa comodamente cumprir o seu ministério, quer junto à cadeira quer junto ao altar.
145.Não havendo diácono, depois de concluída a oração universal, enquanto o sacerdote permanece junto à cadeira, o Acólito põe sobre o altar o corporal, o purificatório, o cálice e o missal. Usando-se incenso, apresenta ao sacerdote o turíbulo e o auxilia na incensação das oferendas e do altar.
147.Terminada a distribuição da Comunhão, ajuda o sacerdote ou o diácono a purificar e arrumar os vasos sagrados. Na falta de diácono, o Acólito leva os vasos sagrados para a credência e ali os purifica e arruma.

Anúncios
Publicado em Uncategorized
Um comentário em “Acólitos e Coroinhas
  1. SEBASTIAO FREITAS disse:

    Parabéns pelos ensinamentos. Gostaria de saber a partir de quando passou a ter meninas como “coroinhas”, já que o próprio nome quer dizer menino do coro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Twitter do Papa
Mídia Católica

 

 

 

Atualizações
Translator
Italy
Calendário
dezembro 2016
D S T Q Q S S
« nov   jan »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Visitantes
  • 2,711,485 acessos desde 01/05/2011
religião e espiritualidade
religião e espiritualidade
Categorias
LINKS
%d blogueiros gostam disto: