Gesto que muita gente faz errado durante a celebração Eucarística

Resultado de imagem para gestos na missa

Gostaria de comentar com vocês sobre um gesto que muita gente faz errado, tanto alguns padres como alguns leigos, durante a celebração Eucarística, no momento em que se faz a Introdução do Prefácio.

Então, qual o GESTO CORPORAL FEITO NA INTRODUÇÃO DO PREFÁCIO?

O Missal Romano nos mostra como é este rito, que está no início de cada Prefácio:

Presidente: O Senhor esteja convosco.

Todos: Ele está no meio de nós.

Presidente: Corações ao alto.

Todos: O nosso coração está em Deus.

Presidente: Demos graças ao Senhor, nosso Deus.

Todos: É nosso dever e nossa salvação.

Qual o sentido deste Rito?

É um momento de ação de graças, embora toda a Eucaristia seja uma ação de graças. Esta ação de graças é expressa principalmente no Prefácio “em que o sacerdote, em nome de todo o povo santo, glorifica a Deus e lhe rende graças por toda a obra da salvação ou por um dos seus aspectos, de acordo com o dia, a festividade ou o tempo” (Instrução Geral do Missal Romano 79).

Qual o gesto corporal que acompanha o Rito?

Começando a Oração eucarística, o sacerdote abre os braços e diz:

O Senhor esteja convosco.

O povo responde: Ele está no meio de nós.

Erguendo as mãos, o sacerdote prossegue:

Corações ao alto.

O povo: O nosso coração está em Deus.

O sacerdote com os braços abertos, acrescenta:

Demos graças ao Senhor, nosso Deus.

O povo: É nosso dever e nossa salvação.

(Instrução Geral do Missal Romano. 148; Missal Romano p. 405)

Qual é a Mistagogia deste Rito?

A norma do Missal Romano é clara: Quando se diz “Demos graças ao Senhor, nosso Deus”, não é para fazer inclinação com a cabeça ou com o corpo, mas sim continuar com os braços abertos.

Por ser uma ação de graças, que é rendida a Deus, nosso olhar e nossos braços se voltam para o céu, pois este é o gesto que usamos quando nos referimos a Deus.

Nossa oração, principalmente na celebração litúrgica, só é completa e expressiva quando o gesto e a oração se unem à palavra. Todo o corpo se converte em linguagem: os olhos que observam, as posturas do corpo, o canto, o movimento, os braços e as mãos.

Os braços são como um prolongamento do mais íntimo do ser humano. Representam uma admirável fusão do corpo e do espírito. Na celebração litúrgica, a linguagem das mãos unidas ao braço, é o discurso mais expressivo que podemos pronunciar em determinado momento.

O Missal Romano deixa bem claro os momentos em que fazemos as inclinações:

Inclinamos a cabeça quando:

  • nomeiam juntas as três Pessoas Divinas;
  • ao nome de Jesus;
  • ao nome da Virgem Maria
  • ao Santo em cuja honra se celebra a Missa. (IGMR, 275)

Inclinação de corpo, ou inclinação profunda:

  • ao altar (IGMR 49, 122, 211 …);
  • à oração: Ó Deus todo-poderoso, purificai-me … (IGMR, 132);
  • á oração: De coração contrito (IGMR, 143);
  • no símbolo à palavras: e se encarnou (IGMR 137);
  • no Cânon Romano (Oração Eucarística I), às palavras: Nós vos suplicamos (IGMR 276).

É só seguir as orientações do Missal Romano que não cometemos erros litúrgicos: tanto na interpretação teológico-litúrgica, nem no gesto corporal e muito menos em sua mistagogia.

Até mais…

 

Pe. Ocimar Francatto

Publicado em Uncategorized
2 comentários em “Gesto que muita gente faz errado durante a celebração Eucarística
  1. Não entendi, então o povo deve estender os braços também ou só o sacerdote?

Deixe uma resposta para igornovais0 Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Magnificat anima mea Dominum
Inquisição on Line
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 1
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 2
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 3
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 4
Catecismo de Adultos – Aula 01 – A Revelação Divina – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 02 – O Modernismo, o problema atual na Igreja – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 03 – Deus Uno e Trino – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 04 – A Criação em geral e os anjos – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 05 – Os anjos e o homem – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 06 – A Teoria da Evolução contra a Ciência e a Filosofia – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 07 – Cristo Nosso Senhor e Maria Santíssima – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 08 – Aula 08 – O modo de vida de Jesus Cristo – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 09 – As perfeições de Cristo e a Paixão – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 10 – A Cruz, os infernos e a Ressurreição de Cristo – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 11 – A Ascensão, os juízos particular e final, e o Espírito Santo – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 12 – Como saber qual a verdadeira Igreja de Cristo? – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 13 – A Igreja Católica e a Salvação – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 14 – A Infalibilidade da Igreja e a união da Igreja e do Estado – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 15 – Da comunhão dos santos à vida eterna – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 16 – Os princípios da oração – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 17 – Como rezar bem? – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 18 – Os tipos de oração – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 19 – O Pai Nosso – Padre Daniel Pinheiro

 

Catecismo de Adultos – Aula 20 – A Ave Maria e o Santo Terço – Padre Daniel Pinheiro

 

Catecismo de Adultos – Aula 21 – A Meditação Católica – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 22 – Introdução à moral católica: uma moral das virtudes – Padre Daniel Pinheiro
Lutero e o Protestantismo: A História da Reforma – Profa. Dra. Laura Palma
Lutero e o Protestantismo: Vida de Lutero – Prof. André Melo
Lutero e o Protestantismo: Sola Scriptura – Profa. Dra. Ivone Fedeli
Lutero e o Protestantismo: Sola Fide – Prof. Marcelo Andrade
Lutero e o Protestantismo: Sola Gratia – Pe. Edivaldo Oliveira
Mídia Católica
Atualizações
Translator
Italy
Calendário
abril 2018
D S T Q Q S S
« mar   maio »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  
Visitantes
  • 4.112.090 acessos desde 01/05/2011
religião e espiritualidade
religião e espiritualidade
Categorias
Links
%d blogueiros gostam disto: