A IMPORTÂNCIA DO MISSAL

o uso do missal na santa missa

O Missal é basicamente um livro litúrgico, o sacerdote utiliza o este livro para iniciar e conduzir as orações litúrgicas. O uso deste instrumento só é eficaz quando um ministro ordenado o utiliza nas celebrações.

A Santa Missa já foi celebrada em grego e posteriormente em latim. A língua grega era muito difundida entre o ocidente e o oriente, com o avanço do império romano o latim passou a ser basicamente utilizado em todas as províncias romanas.

Como a Igreja sempre se preocupou com a uniformidade dos textos litúrgicos, o Missal necessitava ser constituído também de forma universal.

Deste modo, o latim, passa a ser a língua oficial para as celebrações. Com exceção dos ritos orientais, que foram despontando na Igreja em diferentes períodos e conservado a fé recebida pelos Apóstolos.

No entanto como o ocidente avançava progressivamente, muito mais do que o oriente, as normas litúrgicas necessitavam administrar o culto divino.

A preocupação neste contexto administrativo busca evitar problemas como abusos litúrgicos, como por exemplo, a alteração das palavras que devem ser ditas no momento da consagração.

Desta forma, um sacerdote (padre) não pode achar que a Oração Eucarística deve ser de um jeito e outro padre achar que deve ser de outra forma.

Isto era uma das finalidades do uso do latim, garantir a uniformidade da língua e sua interpretação original. Em qualquer lugar do ocidente que se participasse da Santa Missa, a língua oficial era o latim.

A língua oficial da Igreja continua sendo o latim, a maioria dos documentos que são promulgados são em latim e posteriormente traduzidos.

Hoje, após o Concílio do Vaticano II, o Missal possui tradução na língua de cada pátria. Para que qualquer alteração seja feita no Missal, em qualquer língua, deve ser aprovada pela Santa Sé.

O órgão competente que revisa e valida todas as alterações do Missão, além de outras funções é a Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos.

Para concluirmos, deve-se entende-se entender que o uso do Missal garante para nossas celebrações:

  • Uniformidade e universalidade das celebrações
  • Manutenção da tradição litúrgica
  • Significado e sentido real das palavras
  • O Missal é indispensável para a Santa Missa

As alterações que possam ser feitas no Missal são administradas pelo concelho dos Bispos, no caso do Brasil a CNBB. É importante dizer que nos últimos anos, um grupo de Bispos do Brasil tem se dedicado em revisar o atual Missal.

Esta revisão do Missal é de extrema importância, pois desta forma podemos nos aproximar ainda mais dos textos originais do latim.

Publicado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Magnificat anima mea Dominum
Inquisição on Line
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 1
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 2
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 3
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 4
Catecismo de Adultos – Aula 01 – A Revelação Divina – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 02 – O Modernismo, o problema atual na Igreja – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 03 – Deus Uno e Trino – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 04 – A Criação em geral e os anjos – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 05 – Os anjos e o homem – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 06 – A Teoria da Evolução contra a Ciência e a Filosofia – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 07 – Cristo Nosso Senhor e Maria Santíssima – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 08 – Aula 08 – O modo de vida de Jesus Cristo – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 09 – As perfeições de Cristo e a Paixão – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 10 – A Cruz, os infernos e a Ressurreição de Cristo – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 11 – A Ascensão, os juízos particular e final, e o Espírito Santo – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 12 – Como saber qual a verdadeira Igreja de Cristo? – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 13 – A Igreja Católica e a Salvação – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 14 – A Infalibilidade da Igreja e a união da Igreja e do Estado – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 15 – Da comunhão dos santos à vida eterna – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 16 – Os princípios da oração – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 17 – Como rezar bem? – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 18 – Os tipos de oração – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 19 – O Pai Nosso – Padre Daniel Pinheiro

 

Catecismo de Adultos – Aula 20 – A Ave Maria e o Santo Terço – Padre Daniel Pinheiro

 

Catecismo de Adultos – Aula 21 – A Meditação Católica – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 22 – Introdução à moral católica: uma moral das virtudes – Padre Daniel Pinheiro
Lutero e o Protestantismo: A História da Reforma – Profa. Dra. Laura Palma
Lutero e o Protestantismo: Vida de Lutero – Prof. André Melo
Lutero e o Protestantismo: Sola Scriptura – Profa. Dra. Ivone Fedeli
Lutero e o Protestantismo: Sola Fide – Prof. Marcelo Andrade
Lutero e o Protestantismo: Sola Gratia – Pe. Edivaldo Oliveira
Mídia Católica
Atualizações
Translator
Italy
Calendário
abril 2018
D S T Q Q S S
« mar   maio »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  
Visitantes
  • 3.758.502 acessos desde 01/05/2011
religião e espiritualidade
religião e espiritualidade
Categorias
Links
%d blogueiros gostam disto: