O QUE SIGNIFICA A PALAVRA KYRIE ELEISON CANTADA NA MISSA

kyrie eleison cantado no ato penitencial na santa missa

 

Kyrie Eleison é uma das músicas mais cantadas nas celebrações Eucarísticas. Seu significado é bastante evidente, já que é cantado em um momento oportuno na Santa Missa.

As palavras que usamos na nossa Liturgia sempre possuem suas raízes no grego, hebraico e também no latim. Gosto sempre de falar sobre este assunto, pois sempre estamos repetindo estas palavras e não sabemos seu significado.

Existem vários cantos Litúrgicos em que dizemos as palavras Kyrie Eleison, e sua expressão está intimamente ligada ao momento de pedido de perdão (Ato Penitencial) na Santa Missa.

Veja abaixo uma das músicas mais cantadas em nossas Liturgias:

SENHOR QUE VIESTE SALVAR
OS CORAÇÕES ARREPENDIDOS.

KYRIE ELEISON, ELEISON, ELEISON!
KYRIE ELEISON, ELEISON, ELEISON!

O CRISTO QUE VIESTE CHAMAR
OS PECADORES HUMILHADOS.

CHRISTE ELEISON, ELEISON, ELEISON!
CHRISTE ELEISON, ELEISON, ELEISON!

SENHOR QUE INTERCEDEIS POR NÓS
JUNTOS A DEUS PAI QUE NOS PERDOA.

KYRIE ELEISON, ELEISON, ELEISON!
KYRIE ELEISON, ELEISON, ELEISON!

A esta altura você já deve ter percebido o que significa as palavras KYRIE e ELEISON, agora está fácil de compreender. A palavra Kyrie (κύριος) que é GREGA vem de Kyrios que significa SENHOR.

Já a palavra ELEISON (ελεησον), também do GREGO, quer dizer “TENHA PIEDADE” ou mesmo “TENDE PIEDADE”.

Portanto KYRIE ELEISON quer dizer “SENHOR TENHA PIEDADE” e logicamente é por isso que ela é cantada no momento do ATO PENITENCIAL.

Cada canto litúrgico possui sua mensagem e e seu momento adequado na celebração da Santa Missa. É por esta e  outras razões que os cantos não deve-se basear apenas no gosto do grupo de canto.

As músicas devem expressar cada momento da celebração. Um outro ponto que gosto de considerar é que muitas vezes as pessoas estão preocupadas em novos cantos.

Aprender novos cantos é bom, mas na maioria das vezes pode ser traumático para a comunidade. Sem uma catequese para com a comunidade, no sentido de introduzir aos poucos novos cantos, pode dar um resultado desastroso.

E as vezes a comunidade nem mesmo quer novos cantos, já estão acostumados, gostam de cantar o que todos já cantam, então uma serenidade neste sentido é de extrema importância, pois respeita o MOMENTO CERTO DO CANTO e também a própria COMUNIDADE.

Publicado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Magnificat anima mea Dominum
Inquisição on Line
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 1
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 2
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 3
Curso de liturgia da Santa Missa // Padre Paulo Ricardo // Parte 4
Catecismo de Adultos – Aula 01 – A Revelação Divina – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 02 – O Modernismo, o problema atual na Igreja – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 03 – Deus Uno e Trino – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 04 – A Criação em geral e os anjos – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 05 – Os anjos e o homem – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 06 – A Teoria da Evolução contra a Ciência e a Filosofia – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 07 – Cristo Nosso Senhor e Maria Santíssima – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 08 – Aula 08 – O modo de vida de Jesus Cristo – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 09 – As perfeições de Cristo e a Paixão – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 10 – A Cruz, os infernos e a Ressurreição de Cristo – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 11 – A Ascensão, os juízos particular e final, e o Espírito Santo – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 12 – Como saber qual a verdadeira Igreja de Cristo? – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 13 – A Igreja Católica e a Salvação – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 14 – A Infalibilidade da Igreja e a união da Igreja e do Estado – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 15 – Da comunhão dos santos à vida eterna – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 16 – Os princípios da oração – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 17 – Como rezar bem? – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 18 – Os tipos de oração – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 19 – O Pai Nosso – Padre Daniel Pinheiro

 

Catecismo de Adultos – Aula 20 – A Ave Maria e o Santo Terço – Padre Daniel Pinheiro

 

Catecismo de Adultos – Aula 21 – A Meditação Católica – Padre Daniel Pinheiro
Catecismo de Adultos – Aula 22 – Introdução à moral católica: uma moral das virtudes – Padre Daniel Pinheiro
Lutero e o Protestantismo: A História da Reforma – Profa. Dra. Laura Palma
Lutero e o Protestantismo: Vida de Lutero – Prof. André Melo
Lutero e o Protestantismo: Sola Scriptura – Profa. Dra. Ivone Fedeli
Lutero e o Protestantismo: Sola Fide – Prof. Marcelo Andrade
Lutero e o Protestantismo: Sola Gratia – Pe. Edivaldo Oliveira
Mídia Católica
Atualizações
Translator
Italy
Calendário
maio 2018
D S T Q Q S S
« abr   jun »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
Visitantes
  • 4.065.627 acessos desde 01/05/2011
religião e espiritualidade
religião e espiritualidade
Categorias
Links
%d blogueiros gostam disto: