RSS

Síntese do Antigo Testamento

08 mar

 

Enquanto a Bíblia Hebraica é dividida em três partes: Torá, Profetas e Escritos (TaNaKa), o Antigo Testamento das “bíblias católicas” pode ser dividido em quatro blocos: Pentateuco, livros históricos, livros sapienciais, livros proféticos. Este artigo tem como base de pesquisa a BÍBLIA PASTORAL. As citações são tiradas dessa bíblia.

PENTATEUCO: Derivado de uma palavra grega, o Pentateuco é formado pelos cinco primeiros livros da Bíblia: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio. Na Bíblia Hebraica, esses livros formam a Torá, que significa ensinamento, instrução, caminho.

O Pentateuco narra a criação do mundo e da humanidade, a vida dos patriarcas e matriarcas, a formação do povo de Israel, a libertação do povo da escravidão no Egito por Moisés e a conquista da terra onde correm leite e mel.

O Pentateuco não foi escrito na ordem em que está organizado nas nossas bíblias, é resultado de pequenas histórias surgidas em locais e épocas distintos. Essas histórias foram registradas bem mais tarde da época em que os fatos aconteceram.

LIVROS HISTÓRICOS: Na Bíblia Hebraica esses livros se encontram entre os Profetas e os Escritos.

Alguns desses livros são deuterocanônicos, não constando na Bíblia Hebraica.

Os livros históricos são em número de dezesseis e “contam a história de Israel desde a conquista de Canaã até o período asmoneu, pouco antes da chagada dos romanos”. A Bíblia Pastoral dividiu esse bloco em quatro grupos.

LIVROS SAPIENCIAIS: Esse grupo é formado por sete livros, entre os quais e o mais importante é o livro dos salmos, oração por excelência do povo de Israel e ainda hoje constitui a oração oficial da Igreja. Esses livros falam da vida cotidiana do povo e abrangem séculos de vivência do povo; o sentido histórico, porém, está praticamente ausente.

“Através da experiência, os livros sapienciais procuram resgatar a noção da palavra criadora e salvadora de Deus, que expressa a própria sabedoria divina”.

LIVROS PROFÉTICOS: Pela etimologia da palavra grega, o profeta é alguém que fala em nome de Deus; Deus chama alguém para ser seu porta-voz.

O movimento profético ganha maior expressão a partir do surgimento da monarquia.

Havia muitos profetas e profetisas; a Bíblia, porém, guardou os escritos de dezoito deles.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 08/03/2016 em Uncategorized

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: