O presépio na Bíblia

O presépio na Bíblia.

 

A partir da leitura das passagens bíblicas relativas ao nascimento de Jesus, pode-se meditar sobre essa que é a maior prova do amor de Deus por nós e entender melhor a composição do presépio.

 

José e Maria: “Também José subiu da Galiléia, da cidade de Nazaré, à Judéia, à Cidade de Davi, chamada Belém, porque era da casa e família de Davi para se alistar com a sua esposa Maria, que estava grávida. Estando eles ali, completaram-se os dias dela” (Lucas 2,4-6).

 

Menino Jesus: “Isto vos servirá de sinal: achareis um recém-nascido en­volto em faixas e posto numa manje­doura” (Lucas 2,12).

Ao montar o presépio, deixe a manjedoura va­zia. Coloque o Menino Jesus na noite do dia 24, durante ou logo após a Missa da Vigília de Natal.

Pastores e ovelhas: “Havia nos arredores uns pastores, que vigiavam e guardavam seu rebanho nos campos durante as vigílias da noite” (Lucas 2,8).

Estrela de Belém: “E eis que a estrela, que os Reis Magos tinham visto no Oriente, os foi precedendo até chegar sobre o lugar onde estava o menino e ali parou” (Mateus 2,9).

Gruta: local onde, segundo a tradição, nasceu Jesus e onde foi construída a Ba­sílica da Natividade.

Anjos: “Um anjo do Senhor apareceu-lhes e a glória do Senhor refulgiu ao redor deles, e tiveram grande temor. O anjo disse-lhes: ‘Não temais, eis que vos anuncio uma Boa-Nova que será alegria para todo o povo: hoje vos nasceu na Cida­de de Davi um Salvador, que é o Cristo Senhor’. E subitamente ao anjo se juntou uma multidão do exército celeste, que louvava a Deus e dizia: ‘Glória a Deus no mais alto dos céus e na terra paz aos homens, objetos da benevolência (divina)’”

(Lucas 2,9-11.13-14).

Reis Magos com os presentes: “Eis que magos vieram do Oriente a Jerusalém. Entrando na casa, achara o menino com Maria, sua mãe. Prostran­do-se diante dele, o adoraram. Depois, abrindo seus tesouros, ofereceram-lhe como presentes: ouro, incenso e mirra” (Mateus 2,1. 11-12).

Os três Reis Magos (Gaspar, Melchior e Balthazar) simboli­zam todos dos povos da terra. Em geral, são representados com camelos, dromedários ou elefantes, que lhes teriam servido de montaria. Coloque-os distantes dos demais per­sonagens e, dia após dia, aproxime-os do presépio até o dia 6 de janeiro, festa da Epifânia.

Burro e boi: não são mencionados no Evangelho, mas provavelmente ali estavam por se tratar de um pre­sépio (estábulo).

Deixe os animais próximos à manjedoura; segundo a tradição, o calor dos animais aqueceu o menino Jesus.

Manjedoura: “E [Maria] deu à luz seu filho primogênito, e, envolvendo-o em faixas, reclinou-o num presépio; porque não havia lugar para eles na hospedaria. [Os pastores] foram com grande pressa e acharam Maria e José, e o menino dei­tado na manjedoura” (Lucas 2,7. 16).

Matéria retirada da Revista Ave Maria, Ano 113, Dezembro 2011, pág. 36 e 37.

Anúncios
Publicado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Twitter do Papa
Mídia Católica

 

 

 

Atualizações
Translator
Italy
Calendário
dezembro 2016
D S T Q Q S S
« nov   jan »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Visitantes
  • 2,711,529 acessos desde 01/05/2011
religião e espiritualidade
religião e espiritualidade
Categorias
LINKS
%d blogueiros gostam disto: