RSS

PESQUISA CNT/MDA DESTE SÁBADO MOSTRA VIRADA DE AÉCIO QUE PASSSA À FRENTE DA DILMA NA VÉSPERA DA ELEIÇÃO!

Após o debate da Globo Aécio Neves voltou a surfar na onda azul protagonizando a virada que poderá entrar para a história do Brasil

A pesquisa CNT/MDA divulgada no final da manhã deste sábado mostrou uma inversão na tendência de queda do candidato Aécio Neves (PSDB) que, agora, está com 50,3% dos votos válidos, numericamente à frente de Dilma Rousseff (PT), com 49,7%, mas ainda em situação de empate técnico. Na pesquisa anterior, o tucano estava um ponto atrás da petista; ela possuía 50,5% das intenções de voto e ele, 49,5%.

Para a pesquisa estimulada de voto a presidente da última pesquisa, Aécio tem 45,3% dos votos e Dilma, 44,7%. Na pesquisa espontânea, ele aparece com 44,4% e a petista, 43,3%. Cerca de 37,9% dos eleitores disseram que Dilma é a única candidata em que votaria, 17,3% que ela seria uma candidata que poderia votar e 43,3% não votariam nela de jeito nenhum. Já no caso de Aécio, para 38,4% dos pesquisados, ele seria o único candidato em que votariam; 16,3% disseram que poderia votar nele e 42,8% disseram que não votariam nele de jeito nenhum.
“Provavelmente, o debate da Rede Globo definiu as eleições, com grandes possibilidades de Aécio ser eleito presidente da República neste domingo”, afirmou o relatório da pesquisa.
A Pesquisa foi realizada 23 e 24 de outubro de 2014 e divulgada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR – 01199/2014. Foram entrevistadas 2.002 pessoas de 137 municípios de 25 estado. Do blog da Joice Hasselmann
 
Deixe um comentário

Publicado por em 26/10/2014 em Uncategorized

 

Você vai votar na Dilma… então não assista este vídeo

 
Deixe um comentário

Publicado por em 26/10/2014 em Uncategorized

 

Quem conhece o passado de Dilma não fica surpreso com seu presente

Alguns eleitores mais desatentos podem ter se assustado com o tom raivoso e autoritário da presidente Dilma em seu último programa de campanha na televisão ontem. Uma “indignação” simulada que voltou todas as suas baterias contra o mensageiro da notícia ruim – a Veja – em vez de rebater o conteúdo em si trazido pela revista, mas dito pelo doleiro do próprio PT.

Além disso, o PT fez de tudo para calar a Veja, para tirar de circulação a revista. Há relatos de várias pessoas que viram petistas comprando nas bancas todos os exemplares disponíveis, em alguns casos usando até carro da prefeitura. Houve, ainda, um grupo de marginais fascistas do União da Juventude Socialista, ligada ao PCdoB, que é ligado ao PT, que tentou intimidar a imprensa depredando a entrada do prédio da editora Abril.

Por fim, o TSE deu parecer contrário à Veja, decidindo que ela não pode fazer propaganda da capa desta edição. Em sua decisão, o ministro Admar Gonzaga, relator do processo, afirmou que há elementos para acatar o pedido liminar, suspendendo, até o julgamento do mérito, qualquer publicidade da editora sobre o assunto. Gonzaga foi um dos advogados da campanha de Dilma em 2010.

Mas só fica surpreso com tanto autoritarismo por parte da presidente quem não conhece seu passado direito, quem acreditou na mentira inventada e repetida mil vezes, de que ela combatia a ditadura e lutava pela democracia. Nada mais falso! Dilma nunca demonstrou apreço pela democracia e a liberdade. Ela sonhava é com o comunismo. E desafio os petistas a mostrar um só experimento comunista ou socialista que preservou a democracia!

Gravei um vídeo quando a revista Época trouxe, um tempo atrás, o passado de Dilma em sua reportagem de capa.  Vejam:

Conhecendo de onde cada um veio fica mais fácil compreender porque defendem certas coisas. Pessoas podem mudar, claro. Mas eis o ponto-chave aqui: Dilma jamais se arrependeu deste passado. Nunca fez um mea culpa de que lutava por algo equivocado, como tantos socialistas daquela época fizeram. Um deles, Eduardo Jorge, recentemente reconheceu que aquela turma desejava uma ditadura:

Rodrigo Constantino

Fonte: http://veja.abril.com.br/blog/rodrigo-constantino/democracia/quem-conhece-o-passado-de-dilma-nao-fica-surpreso-com-seu-presente/

 
Deixe um comentário

Publicado por em 26/10/2014 em Uncategorized

 

SEDE DE VEJA ATACADA POR TERRORISTAS DO PT

Sede da revista Veja sendo atacada pela milícia terrorista do PT nesta noite em São Paulo. Clique sobre a imagem para vê-la ampliada.

LEIA TAMBÉM: CANDIDATOS E ENTIDADES REPUDIAM O ATAQUE CONTRA A SEDE DA EDITORAL ABRIL

Eis agora a comprovação do que tenho afirmado aqui no blog há quase uma década. O PT é um partido comunista radical, violento e que deseja transformar o Brasil numa república bolivariana no estilo da Venezuela.

O ataque à sede do Grupo Abril, que edita a revista Veja na noite desta sexta-feira, por uma milícia bolivariana do PT, é mais uma afronta ao Estado de Direito Democrático, sobretudo à liberdade de imprensa.

Um bando de psicopatas do PT pichou e depredou o prédio que abriga a redação da revista Veja, porque a revista publicou em sua edição que foi às bancas nesta sexta-feira, a reportagem-bomba revelando que Lula e Dilma sabiam tudo sobre a escandalosa roubalheira na Petrobras, segundo delatou o doleiro Alberto Youssef, o operador financeiro do petrolão.

Mais um motivo para nunca mais votar em ninguém do PT. Entretanto, uma pequena parcela de jornalistas, entre os quais este blogueiro, vem alertando há anos sobre realidade dos fatos que muitos não acreditaram e outros fingiram de forma oportunista não acreditar.

Espero que esse assalto ao Grupo Abril e às revista Veja sirva, de uma vez por todas, para que todos os brasileiros saibam que a nossa democracia, a nossa liberdade correm sério risco estando o Brasil nas mãos desses psicopatas do PT.

A informação do ataque à sede da revista Veja foi noticiada pela Folha de S. Paulo, esse jornal que ignorou o furo de reportagem de Veja, sobre o envolvimento de Lula e Dilma com a roubalheira da Petrobras, enquanto outros veículos de comunicação deram a matéria.

A Folha de S. Paulo tornou-se um panfleto do PT. Entretanto, nenhum brasileiro decente e democrata vai atacar a Folha de S. Paulo.

Particularmente, eu Aluizio Amorim, jornalista e advogado, estarei sempre defendendo a liberdade de imprensa, inclusive a liberdade da Folha de S. Paulo de fazer o que faz. Entretanto, a liberdade de imprensa me faculta o direito constitucional de criticar a Folha como qualquer outro veículo de comunicação.

Quem não quer a liberdade de imprensa é o PT e, estranhamente, a Folha de S. Paulo que defende esse partido. Não só defende, mas divulga e mistifica informações em favor de Lula, Dilma e seus sequazes

Fonte: http://aluizioamorim.blogspot.com.br/2014/10/sede-de-veja-atacada-por-milicias.html
 
Deixe um comentário

Publicado por em 26/10/2014 em Uncategorized

 

Dilma e Lula sabiam de tudo

 
Deixe um comentário

Publicado por em 26/10/2014 em Uncategorized

 

ALERTA O QUE TODO BRASILEIRO PRECISA SABER SOBRE O PT

 
Deixe um comentário

Publicado por em 26/10/2014 em Uncategorized

 

Aécio faz na Globo o melhor debate da série, e Dilma, o pior

Nunca antes na história desta eleição o tucano Aécio Neves tinha se saído tão bem num debate, e a petista Dilma Rousseff, tão mal. Ele é, nem petista pode negar, um debatedor mais competente do que ela, mas a desproporção jamais havia sido tão gritante. No encontro da Globo, Aécio foi melhor do que a média de Aécio, e Dilma, pior do que a média de Dilma. A presidente-candidata estava com o raciocínio confuso, mais do que de hábito, o discurso lhe saía truncado, as ideias, aos borbotões, sem um eixo organizador. Se é assim que ela pensa no dia a dia da administração, muita coisa se explica.

Dilma, a rigor, levou um direto no queixo logo no primeiro embate, ficou atordoada e não conseguiu mais se recuperar. O tucano abordou a reportagem publicada por VEJA, segundo a qual o doleiro Alberto Yussef confessou à Polícia Federal e ao Ministério Público que ela e Lula sabiam das lambanças ocorridas na Petrobras. O candidato do PSDB disse que daria a Dilma a chance de se explicar e perguntou: “A senhora sabia?” Dilma resolveu atacar a revista VEJA e anunciou que tomará decisões na Justiça. Na réplica, Aécio lamentou a resposta, criticou a sordidez dos ataques de que foi vítima e indagou se a adversária se orgulhava da campanha que fez. Dilma não respondeu; tartamudeou. O massacre se anunciava. Não vai aqui, acreditem, torcida ou juízo ditado por afinidades eletivas. Revejam o confronto. Dilma não conseguiu vencer um único embate.

Sobre a “questão VEJA”, uma nota rápida: neste sábado, outros grandes veículos de comunicação fazem relatos parecidos, alguns até com detalhes novos. A exemplo do que faz a revista, atribuem as informações a Alberto Youssef, fornecidas no curso da delação premiada. Dilma pretende processar todos eles ou tem especial predileção por VEJA?

Notem: acho que os petistas podem destacar aspectos virtuosos de sua gestão ao longo de 12 anos. Não estão no terceiro mandato, com chances reais de conquistar o quarto, porque só cometam equívocos. Por que, então, precisam apelar com tanta determinação ao que não aconteceu, atribuindo aos adversários o que não fizeram? Resposta: porque esse é e sempre foi o jogo de Lula; o jeito que ele tem de fazer política.

Dilma disse que FHC deixou como herança uma inflação maior do que a que herdou — é falso! Que o governo (de novo!) tucano proibiu a construção de escolas técnicas. É falso. Atribuiu ao PSDB a responsabilidade por Minas ser a segunda unidade da Federação mais endividada do país. É falso. A dívida é a segunda, mas a gestão do partido, que pegou o Estado quebrado, reduziu o endividamento em 37%. A presidente-candidata disse ainda que os tucanos não têm apreço pelo salário mínimo. É falso. Nas gestões FHC, o aumento real passou de 85%. Segundo Dilma, seus adversários são contra o Enem. Ocorre que ele foi criado na gestão Paulo Renato — ministro de Educação de FHC. A petista voltou a chamar as ETECs de São Paulo, nas quais se inspira o Pronatec, de escolas experimentais. Falso! São 217 escolas, com 221 mil alunos.

Dilma levou algumas invertidas inesperadas porque o adversário já conhecia a resposta e tinha planejado o contra-ataque. Aécio perguntou se ela continuava a achar José Dirceu um herói ou se considerava justa a punição que lhe foi aplicada. A presidente-candidata fez o que dela se esperava: devolveu com o que chama de “mensalão mineiro”. Coube ao tucano o arremate: um dos coordenadores da campanha da petista em Minas é Walfrido dos Mares Guia, peça-chave do que ela chama mensalão mineiro. Então Dilma acredita que esse tal crime aconteceu, mas chama seu principal organizador para a coordenação de sua candidatura em Minas?

O momento emblemático se deu no confronto sobre a corrupção. Um dos indecisos quis saber o que era preciso fazer para combatê-la. Cada candidato elencou as suas medidas e coisa e tal, mas Aécio partiu para a política: a mais eficaz das medidas, disse ele, é mesmo tirar o PT do poder.

Dilma perdeu feio até quando parecia que poderia ganhar. Quando se debate a questão das aposentadorias, Aécio afirmou que pretende criar um meio de acabar com o fator previdenciário. Mais uma vez, convidou Dilma para o corpo a corpo, e ela foi, afoita: afirmou que o dito-cujo foi criado no governo FHC. É verdade. E Aécio concordou. Só que ele lembrou que o Congresso aprovou o fim do fator, mas que Lula vetou. Xeque-mate.

Quantos votos o bom desempenho num debate muda ou conquista? Ninguém sabe. O fato é que Aécio está no segundo turno, contra a previsão de todos os institutos de pesquisa. E foi, sem dúvida, o melhor debatedor da jornada. Venceu o embate. Vamos ver agora o que acontece nas urnas. Para encerrar: o debate da Globo teve quase audiência de novela: 30 pontos. Foi um banquete para os indecisos.

Caso os principais institutos de pesquisa voltem a cometer erros gritantes, já dispõem de uma boa desculpa: foi o debate da Globo que mudou tudo!

Por Reinaldo Azevedo

 
1 comentário

Publicado por em 25/10/2014 em Uncategorized